Ex-miss presa com fuzil diz que carro com armamento foi presente do namorado

Ela prestou depoimento à polícia e negou que tenha envolvimento com o crime

Ex-miss foi presa com fuzil usado para derrubar helicóptero. Foto: Divulgação
Ex-miss foi presa com fuzil usado para derrubar helicóptero. Foto: Divulgação

A ex-miss Amambaí e ex-miss Brasil World Cities, Michele Martins, disse à polícia que o carro em que ela estava quando foi presa com um fuzil, uma pistola, e munição para fuzil AK47, foi presente de um namorado e que ela não tem ligação com o crime. O farto armamento estava escondido no painel do veículo em que ela viajava pela rodovia MS-156, entre as cidades de Caarapó e Amanbai, sul de Mato Grosso do Sul.

Segundo contou em depoimento, Michele viajou ao Rio de Janeiro em novembro do ano passado e conheceu um homem. Ela teria se relacionado com ele e quando voltou ao Mato Grosso do Sul, ele enviou um carro de presente para que ela o visitasse quando quisesse. No entanto, a polícia informou que a jovem não soube dar o nome completo do homem, o endereço e disse apenas que ele morava no ‘morro’ e que um desconhecido viajou para entregar o automóvel.

A polícia disse ainda que vai investigar se ela teria sido vítima de uma quadrilha que alicia jovens para usar como ‘laranjas’. O veículo, modelo Fiat Idea, está em nome de Michele. A prisão ocorreu no último domingo (23), mas a Polícia Federal divulgou apenas nesta terça-feira (25). Ela estava sozinha no carro e foi presa em flagrante. As armas encontradas são de uso exclusivo das Forças Armadas e capazes de derrubar um helicóptero.

Michele está presa no presídio de Ponta Porã e não contratou nenhum advogado para entrar com pedido de habeas corpus, por isso deve ficar presa até o julgamento. Ela foi ouvida pela polícia na tarde de quarta-feira (26).

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade