Ex-namorada de Maradona diz ter apanhado durante relacionamento

Rocío admitiu que o episódio de violência que aconteceu num voo em 14 de maio rumo à Argentina, que em princípio negou

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Rocío Oliva, ex-namorada de Diego Maradona, denunciou que durante a relação deles sofreu maus tratos e afirmou “ter provas disso”, publicou nesta quarta-feira a imprensa da Argentina.

“Ele me batia e tenho provas. Vou denunciá-lo”, afirmou Rocío em entrevista publicada na revista argentina Mucho.

A ex-namorada de Maradona, que viveu em Dubai com o astro argentino, disse que antes tinha negado a violência “porque o respeitava e não o queria deixar parado frente à sociedade. Cuidei dele a minha maneira”.

Na segunda-feira, Maradona pediu na Justiça de Dubai a ordem de prisão internacional de Rocío, a quem acusa de tê-lo roubado, o que a jovem de 23 anos nega categoricamente. “Com isto de Dubai perdeu a mão. Está jogando forte e eu tenho minhas cartas rebatê-lo”, disse na reunião.

Rocío admitiu que o episódio de violência que aconteceu num voo em 14 de maio rumo à Argentina, que em princípio negou.

“Eu disse que era mentira, mas aconteceu. Discutimos e, para que não me fizesse nada, me levantei e me fui até o fundo do avião, na classe econômica. Aí ele me agarrou pelo pescoço e me levou de novo até a primeira classe”, explicou.

“Houve pancadas, tenho as fotos para que ninguém diga: ‘agora diz isto por ser despeitada’. As pessoas primeiro questionarão: ‘por que não disse antes e está falando agora?’. Durmo tranquila porque tenho provas de tudo”, refletiu Rocío.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade