Ex-namorada de Mick Jagger deixa herança de US$ 9 milhões para o cantor

O testamento havia sido escrito em 23 de maio de 2013, antes de, como se acreditam, Jagger ter terminado o relacionamento com ela

L´Wren Scott e Mick Jagger, casal que durou mais de 12 anos. Foto: Divulgação
L´Wren Scott e Mick Jagger, casal que durou mais de 12 anos. Foto: Divulgação

Uma semana e meia após o suicídio de L’Wren Scott, no dia 17 de março, seu testamento foi aberto e nele, para a surpresa de todos que achavam que a estilista estava com sua conta no vermelho, estava destinado a seu amado Mick Jagger, a propriedade  em que morava avaliada em U$ 8 milhões. Além de mais U$ 1 milhão em outros objetos de valores.

Em papeis de seu testamento divulgados pelo New York Post estava escrito que “deixo todas minhas jóias, roupas, móveis, propriedades imobiliárias, automóveis pessoas e qualquer artigo tangível a Michael Philip Jagger”. Fazendo assim, o Rolling Stone ser detentor de toda a fortuna de sua namorada por 12 anos.

O testamento havia sido escrito em 23 de maio de 2013, antes de, como se acreditam, Jagger ter terminado o relacionamento com ela. Antes do testamento ser aprovado pela corte de Manhattan, seu advogado deverá provar que ela possuí bens que valem US 9 milhões.

Ainda em seu testamento, ela fez questão de deixar o resto de seus familiares sem nenhuma propriedade do que ela possuía, tendo escrito, na ocasião, “eu, intencionalmente, me omito de providenciar herança a qualquer parente meu vivo na época de minha morte”. Ela não se comunicava com sua irmã, Jane Shane, há seis anos, no momento. Não se entende porque ela exclui seu irmão, Randall Bambrough, pois ele eram tão próximos que Scott havia o eleito co-diretor de sua marca no ano passado.

– See more at: http://www.jetss.com.br/index/detail/Mick_Jagger_12_anos_namorada/category/noticias#sthash.aCOtmF0e.dpuf

Compartilhar:
    Publicidade