Ex-presidiário é suspeito de matar bebê após briga com a mulher

Ele contou à polícia que bateu com um travesseiro e que o menino caiu no chão

Suspeito chegou a negar crime, mas acabou confessando. Foto: Divulgação
Suspeito chegou a negar crime, mas acabou confessando. Foto: Divulgação

Um ex-presidiário, de 31 anos, confessou ter assassinado o enteado de apenas um ano na cidade de Dourados (MS), na terça-feira (29). Ele contou em depoimento que estava irritado por ter brigado com a mulher e que agrediu o menino com um travesseiro. A criança caiu no chão e morreu na hora.

Rogério Avelino disse que após a discussão com a mulher, ela saiu de casa e o garoto começou a chorar muito. Ele afirmou que não tinha a intenção de cometer o homicídio.

A mãe chegou em casa e encontrou o menina desacordado. Ela o levou ao hospital afirmando que ele havia caído, mas um policial que estava na unidade desconfiou de maus-tratos. Na delegacia, o padrasto acabou confessando.

A mãe, uma jovem de 18 anos, relatou que estava morando com o suspeito havia três meses. Ele foi preso em flagrante e a polícia vai investigar se a jovem teve participação na morte. Ela tem outros filhos e será apurada também as condições em que eles vivem. O corpo do menino foi sepultado na cidade na manhã desta quarta-feira (30).

Fonte: R7

Compartilhar: