Falso médico é preso após conseguir trabalhar por nove meses no Samu

Pacientes começaram a denunciar porque ele ficava procurando nome de remédio na internet

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O técnico de enfermagem Valclepson Figueiredo da Silva, 34 anos, foi preso em flagrante por exercício ilegal da profissão em Mamanguape, cidade da Paraíba. Ele trabalhava no Samu (Serviço de Atendimento de Urgência) e no hospital público na cidade. Segundo a polícia, ele foi denunciado por outros médicos e por pacientes que estranharam os procedimentos feitos pelo suspeito.

Silva apresentou um diploma de formação pela UPE (Universidade Estadual de Pernambuco). No entanto, o documento correspondente a uma formação de pedagogia de um aluno ainda não identificado.

Segundo a polícia, os colegas estranharam os procedimentos feitos pelo falso médico e pacientes disseram que ele só receitava medicamentos após muita pesquisa na internet.

A polícia afirmou ainda que ele tem o registro do CRM (Conselho Regional de Medicina), por isso foi contratado pela prefeitura. A polícia disse que vai notificar o órgão e apurar porque foi concedido a liberação sem a checagem do diploma. A UPE também será notificada.

O suspeito foi levado à cadeia pública da cidade e indiciado pelos crimes de estelionato, exercício ilegal da Medicina e falsidade ideológica.

Fonte: R7

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar: