Família de Michael Schumacher pede privacidade à imprensa

Schumacher sofreu o acidente de esqui ontem, na estação de Méribel

A família agradeceu também aos médicos do hospital de Grenoble que atendem o ex-piloto, em situação crítica desde ontem. Foto: Divulgação
A família agradeceu também aos médicos do hospital de Grenoble que atendem o ex-piloto, em situação crítica desde ontem. Foto: Divulgação

A família do ex-piloto alemão Michael Schumacher agradeceu nesta segunda-feira as diversas mensagens de apoio recebidas após o grave acidente sofrido pelo heptacampeão mundial de Fórmula 1 e pediu privacidade à imprensa.

“Queremos pedir à imprensa que respeite nossa esfera particular e a de nossos amigos e agradecemos a todos pelo apoio expressado”, disse a família de Schumacher através de um comunicado emitido pela porta-voz do ex-piloto, Sabine Kehm.

Na nota, a família agradeceu também aos médicos do hospital de Grenoble que atendem o ex-piloto, em situação crítica desde ontem como consequência do acidente de esqui que sofreu nos Alpes franceses.

“Sabemos que estão fazendo todo o possível para ajudar Michael”, prossegue o comunicado.

Schumacher sofreu o acidente de esqui ontem, na estação de Méribel, e está em coma induzido após ter sido submetido a uma neurocirurgia. Ele teve várias lesões ao se chocar com uma rocha e, segundo os médicos, provavelmente teria morrido se não estivesse usando capacete.

O ex-piloto completa 45 anos no dia 3 de janeiro.

 

Fonte: Uol

Compartilhar: