Fátima afirma que vencerá a eleição sem a “força do poder econômico”

Fátima Bezerra também acredita na vitória de Dilma em Natal

“Quero continuar fazendo política com as mãos limpas, com honradez, com dignidade e compromisso. Me sinto preparada e com muita energia para representar nosso Estado no Senado. Foto: Divulgação
“Quero continuar fazendo política com as mãos limpas, com honradez, com dignidade e compromisso. Me sinto preparada e com muita energia para representar nosso Estado no Senado. Foto: Divulgação

Em primeiro lugar na pesquisa de intenção de votos para o Senado feita pelo instituto Seta, em Natal, a deputada federal Fátima Bezerra, do PT, acredita que vai vencer a disputa com a principal adversária, a ex-governadora Wilma de Faria, PSB, fazendo uma campanha propositiva e sem ataques pessoais, ressaltando seu histórico de “mãos limpas”. Bom, pelo menos, foi isso que ela afirmou em entrevista concedida aO Jornal de Hoje.

E não foi só. Fátima também acredita na vitória de Dilma em Natal, respondendo ao que disse o presidente de honra do PSDB no Rio Grande do Norte, o ex-deputado Rogério Marinho. “A coligação que tinha Eduardo como candidato cumpriu os mecanismos legais e escolheu sua candidata. Quanto a nós, vamos continuar a campanha no mesmo tom. Ou seja, na defesa do legado iniciado pelo presidente Lula”, afirmou Fátima.

Leia a entrevista completa de Fátima aO Jornal de Hoje:

O Jornal de Hoje: Para o Senado, por que votar em Fátima e não em Wilma de Faria?

Fátima Bezerra: Pela primeira vez, a população do RN terá a oportunidade concreta de eleger como senadora uma professora, uma mulher do povo. Isso não é qualquer coisa. Significa quebrar a hegemonia das oligarquias no nosso estado, já que chegará ao Senado uma mulher que não adentrou na política por ter sobrenome tradicional ou pela força do poder econômico. Eu quero continuar fazendo política com as mãos limpas, com honradez, com dignidade e compromisso. Além disso, eu me sinto preparada e com muita energia para representar nosso Estado no Senado. Como senadora, vou poder fazer muito mais. Mais pela educação, saúde, segurança e desenvolvimento para gerar mais e melhores empregos. Vou trabalhar para trazer mais verbas e fazer a saúde e a segurança funcionarem como se deve e trazer tranquilidade às famílias potiguares.

JH: Como analisa mudança no quadro sucessório, com entrada de Marina Silva no lugar de Eduardo Campos?

FB: Em meio à perplexidade que se abateu em todos os atores políticos e o povo brasileiro devido à tragédia que vitimou Eduardo Campos, houve também maturidade das coligações e das candidaturas para seguir com o processo eleitoral, de maneira democrática e responsável. A coligação que tinha Eduardo como candidato cumpriu os mecanismos legais e escolheu sua candidata. Quanto a nós, vamos continuar a campanha no mesmo tom. Ou seja, na defesa do legado iniciado pelo presidente Lula e continuado pela presidenta Dilma, que mudou a perspectiva do nosso país para melhor. Queremos renovar esse processo e evitar qualquer retrocesso.

JH: Datafolha aponta derrota de Dilma para Marina no segundo turno se eleição fosse hoje, que acha?

FB: A presidenta Dilma representa um projeto de país que não permite retrocesso. O eleitor saberá reconhecer os méritos desses 12 anos de PT no governo federal e dar à vitória à presidenta Dilma em primeiro turno.

JH: Representantes do PSDB potiguar – Rogério Marinho – declararam, na oportunidade da presença de Aécio Neves em Natal, que o tucano deverá ser mais votado que a presidente na Grande Natal. Que acha?

FB: Estou segura que a Presidenta Dilma terá uma sólida vitória no nosso Estado, o que inclui nossa região metropolitana. O eleitor do Rio Grande do Norte saberá reconhecer os avanços dos últimos governos em benefício do desenvolvimento local e nacional, seja no âmbito econômico como social.

JH: No que toca à eleição estadual, como avalia a disputa entre Robinson e Henrique até agora?

FB: Robinson e eu estamos fazendo uma campanha muito propositiva que vem conquistando o interesse e o apoio de diversos setores da sociedade. Nossas candidaturas estão comprometidas com o futuro do Rio Grande do Norte.

Compartilhar: