Fátima aposta em elogios e no óbvio, mas deixa escapar um “vou ao banheiro”

Comentando os desfiles, a apresentadora usou outras palavras: "Maravilhosa", "linda", "gostei" foram as preferidas

A apresentadora Fátima Bernardes no estúdio Globeleza, na segunda noite dos desfiles. Foto: Divulgação
A apresentadora Fátima Bernardes no estúdio Globeleza, na segunda noite dos desfiles. Foto: Divulgação

A Globo anunciou Fátima Bernardes como “a companhia especialíssima” que Luiz Roberto teria no comando da transmissão do desfile do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Na realidade, a apresentadora teve uma presença muito discreta nas duas noites.

Fátima ficou responsável por duas das tarefas mais burocráticas e sem graça do programa. Primeiro, coube a ela ler, a cada desfile, a ficha técnica da escola que estava entrando na avenida. E, segundo, a apresentadora ficou com a missão de chamar os vídeos enviados pelos espectadores.

Foi nesta tarefa que Fátima começou a gastar o seu estoque de elogios: “Família toda fantasiada, animadíssima”, disse sobre um. “Ficou lindinho. Adoramos”, disse sobre outro casal. “Muito legal”, disse uma dezena de vezes.

Comentando os desfiles, a apresentadora usou outras palavras: “Maravilhosa”, “linda”, “gostei” foram as preferidas. Também teve “de arrepiar” e o mais tradicional, e mais usado, “muito legal”. Também abusou da redundância e do óbvio, descrevendo exatamente tudo o que o espectador estava vendo na tela.

Como tem feito em seu programa matinal, Fátima arriscou alguns lances de descontração. Usou roupas leves, tentou sambar nos intervalos dos desfiles e não teve constrangimento em anunciar, a certa altura da segunda noite: “Vou ao banheiro”.

Fátima colaborou com o otimismo e o tom festivo, bem pouco crítico, da cobertura que a Globo fez dos desfiles. Mesmo num momento dramático, quando se soube que várias alas da Vila Isabel não tinham recebido as fantasias, ela manteve o alto astral: “”Quem sabe não tá chegando”. Infelizmente, neste caso, a realidade não colaborou e dezenas de integrantes da escola saíram com roupas improvisadas.

 

 

Fonte: BOL

Compartilhar: