Festa do Camarão movimenta capital potiguar até o fim do mês

O grande festival gastronômico segue até o dia 30 de dezembro

Ainda dá tempo de experimentar as delícias que a festa oferece. Foto: Divulgação
Ainda dá tempo de experimentar as delícias que a festa oferece. Foto: Divulgação

Através da Festa do Camarão, mais de 30 restaurantes locais presenteiam natalenses e turistas com pratos exclusivos à base do crustáceo, elaborados especialmente para o festival gastronômico. Promovido pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no RN (ABRASEL), a Festa está inserida na programação do evento “Natal em Natal” e vem sendo realizada na cidade até o dia 30 deste mês. 200 mil mapas com endereços dos restaurantes participantes, bem como a descrição de todos os pratos servidos na Festa já foram distribuídos nos principais shoppings da cidade, pela rede hoteleira e nos centros de turismo da capital.

Em cada restaurante inserido na programação gastronômica, o visitante também poderá encontrar pratos que participam do festival a preços diferenciados. Para o empresário Max Fonseca, proprietário do restaurante Galo do Alto, localizado em Ponta Negra, a Festa do Camarão veio para dar destaque ao prato preferido dos natalenses e para chamar atenção dos turistas sobre como é possível enriquecê-lo com ingredientes regionais, como macaxeira, tapioca, nata, castanha de caju e afins. “O Camarão Cheff Marcellus, que foi lançado exclusivamente para o Festival tornou-se o segundo prato mais vendido da casa”, comemora o comerciante.

O prato “Atolado de camarão” foi elaborado pelo restaurante La Cachette para a festa. Segundo a proprietária Márcia Regina Eisele, a Festa do Camarão fez com que aumentasse significativamente a procura e a curiosidade pelo fruto do mar no cardápio. “O crustáceo passou a ter uma grande visibilidade no restaurante com a Festa do Camarão”, destaca a proprietária que teve 20% das vendas do restaurante incrementadas pelo Festival.

Camarão é destaque na economia local

Não é por menos que o camarão sempre foi a grande estrela da gastronomia potiguar e faz sucesso entre visitantes do mundo inteiro: o RN é um dos maiores produtores do crustáceo em cativeiro no Brasil, e atualmente gera cerca de 22 mil empregos diretos e indiretos no processo de criação, segundo a Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC). Para 2013, a estimativa é de que a produção chegue a 14 mil toneladas.

Além disso, o prato diz muito sobre a cultura e a história de quem vive na terrinha potiguar, pois “Potiguar”, originariamente, faz referência ao nome de uma grande tribo tupi, que habitava a região litorânea do RN. O termo, em tupi, significa “comedor de camarão”. Por isso, nada mais justo do que escolher o cobiçado ingrediente para a valorização da culinária natalense.

Compartilhar:
    • Fernando Bezerril de Araújo

      Excelente promoção q conta com total apoio da Secretaria de turismo de Natal ! 50 mil novos mapas pictórico estão sendo distribuídos com os turistas q estão visitando nossa linda cidade Natal . Feliz Natal ! Fernando. Bezerril