Festa dos Mártires de Cunhaú resgata história, cultura e religiosidade

Canguaretama investe no turismo religioso

13Capela

Mais uma festa em honra aos Mártires de Cunhaú, celebrada pela Paróquia Nossa Senhora da Conceição, do município de Canguaretama, terá início neste domingo, 13 de julho. Durante uma semana serão realizadas atividades missionárias na cidade para ressaltar a importância que esse momento representa para a história do Rio Grande do Norte. Uma programação com missas, evangelizações e festejos religiosos será realizada até o dia 20 de julho, quando se comemora 156 anos da paróquia e o aniversário da cidade.

Canguaretama é conhecida pela fé do seu povo, razão essa para o episódio que deu origem aos ‘Mártires de Cunhaú’. No contexto histórico das invasões holandesas no Brasil, 1645, católicos foram martirizados no interior do Estado. Parte deles, dentro da Capela de Nossa Senhora das Candeias, localizada no Engenho Cunhaú, em Canguaretama.

No dia 16 de julho daquele ano, durante uma celebração religiosa, a capela foi invadida por tropas holandesas, dando início às cenas de violência e intolerância. Segundo historiadores, ao perceberem que seriam mortos, os fiéis apenas rezaram.

Recentemente, no ano de 2000, o Papa São João Paulo II beatificou os fiéis, juntamente com outro grupo sacrificado em Uruaçu, proclamando-os Santos Beatos de Cunhaú e Uruaçu Protomártires do Brasil e a capelinha do Cunhaú ficou conhecida como o Santuário do Rio Grande do Norte.

Em homenagens aos fiéis martirizados, uma vez por ano a paróquia Nossa Senhora da Conceição realiza a Festa dos Mártires de Cunhaú. Para o padre da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, José Neto, celebrar essa data é redescobrir o valor do Cunhaú, tanto no contexto histórico, como no religioso.

“A gente se acomodou em não querer redescobrir nossa riqueza cultural e histórica. Por isso que celebrar a data é uma forma de resgatar a nossa história de fé. Cunhaú é um grande exemplo de provação de fé do nosso povo”, disse.

Segundo o padre, a cidade está investindo no turismo religioso, em prol de uma população naturalmente movida pela fé. “Ao chegar a Cunhaú, nós sentimos a religiosidade das pessoas e daqueles que vem de fora especificamente para conhecer um pouco da nossa história”, afirma Padre Neto. “Diariamente recebemos pessoas de todos os locais do RN e de outros estados. Até os próprios holandeses vem conhecer um pouco da nossa história, que também é deles”, disse.

Terra de devoção e destinos turísticos

Na visão do secretário de Turismo de Canguaretama, Paulo César Dantas, investir em turismo religioso é agregar investimentos para movimentação da economia da cidade, do crescimento hoteleiro e desenvolvimento da região. “Temos a religiosidade, mas também temos um altíssimo potencial turístico devido as nossas belezas naturais e a gastronomia. Com o turismo religioso, conseguimos também alavancar outros segmentos”, disse.

O município de Canguaretama, que envolve ainda as comunidades de Cunhaú e Piquirí, possui cerca de 33 mil habitantes. A Praia de Barra de Cunhaú é um dos maiores paraísos ecológicos do estado do RN, com belezas naturais e inúmeras opções de lazer aos turistas.

Nas águas calmas do Rio Cunhaú ou no mar agitado, inúmeras atividades podem ser desenvolvidas. Kitesurf, wake board, passeios em barcos à vela e a motor ou mesmo a pesca esportiva são algumas das atividades que formam um cenário dinâmico e de muita aventura na região.

A Wake’n’Fun, empresa local especializada em wake e esportes aquáticos, investiu cerca de R$ 5 milhões na região para oferecer diversão e aventura a todas as pessoas que venham a frequentar Cunhaú. Com equipamentos exclusivos no nordeste e materiais com tecnologia de ponta, a empresa oferece atividades para diversos gostos: wake board, wake surf, Jet surf, Stand Up Paddle, kayak, fly board, water Wolf, jetovador, aqua buggy, Jet ski, entre outros.

“De um povo formado por base do cultivo da cana-de-açúcar, nos transformamos em um dos destinos mais procurados do litoral potiguar. Estamos em um constante crescimento econômico e o turismo é a nossa principal atividade geradora de emprego. O investimento da Wake’n’Fun em nossa cidade é a prova do nosso potencial econômico”, explicou o secretário de Turismo de Canguaretama.

 

Compartilhar: