Fifa alerta para “jogos de risco” de sofrer armação na Copa

Partidas que começam no dia 23 de junho envolverão alguns times sem chances de classificação para as oitavas de final do torneio no Brasil

Presidida por Joseph Blatter, Fifa tem feito programas frequentes para coibir armação de jogos. Foto: Amr Abdallah Dalsh / Reuters
Presidida por Joseph Blatter, Fifa tem feito programas frequentes para coibir armação de jogos. Foto: Amr Abdallah Dalsh / Reuters

O chefe de segurança da Fifa, Ralf Mutschke, afirmou que a principal preocupação de possíveis jogos arranjados durante a Copa do Mundo está para os jogos da última rodada da fase de grupos. De acordo com ele, essas partidas que começam no dia 23 de junho envolverão alguns times sem chances de classificação para as oitavas de final do torneio no Brasil.

Essa situação tornaria mais fácil a ação de criminosos para convencer alguns jogadores a aceitarem propina para facilitar resultados dos jogos. “Nós temos uma larga variedade de medidas para olhar com relação ao mercado de apostas”, afirmou Mutsckhe em antrevista a Bloomberg. “A final, provavelmente, não é um risco. A fase de grupos é uma situação diferente para alguns times”.

De acordo com o membro da Fifa, a entidade irá focar nos jogos de risco mais alto. Mutscke não crê em combinações de resultado durante o Mundial. “Eu acredito que a Copa do Mundo é segura, mas tenho que fazer um trabalho preventiva para que ela continue segura no futuro”.

De acordo com um estudo feito pela FIFPro em 2012 com jogadores do leste europeu, 12% dos 3.357 jogadores entrevistados já foram procurados para armar jogos e 55% desses que foram abordados não recebiam o salário em dia, na ocasião. Mutschke afirma que fica nervoso ao saber o quanto de dinheiro os grandes apostadores que armam jogos são dispostos a pagar.

 

Fonte: Terra

Compartilhar: