Fifa confirma punição e tira zagueiro croata da Copa por fascismo

Simunic, por sua vez, sequer poderá estar presente no estádio nos dez jogos em que está suspenso e ainda terá que pagar uma multa de 30 mil francos suíços

Simunic pagou caro por usar termo considerado fascista. Foto:Divulgação
Simunic pagou caro por usar termo considerado fascista. Foto:Divulgação

Josip Simunic, que causou grande polêmica ao entoar gritos de inspiração fascista depois da classificação da Croácia para a Copa do Mundo no Brasil, teve a suspensão de dez jogos confirmada e não poderá disputar o Mundial, anunciou a Fifa nesta quarta-feira.

“A Comissão de recursos da Fifa rejeitou a apelação de Simunic e confirmou o julgamento da Comissão disciplinar pronunciado em 12 de dezembro de 2013″, informou a entidade.

A seleção croata enfrentará justamente o Brasil na partida de abertura do torneio, na qual também não poderá contar com o atacante Mario Mandzukic, do Bayern de Munique, que está suspenso por um jogo, mas poderá atuar no resto da competição.

Simunic, por sua vez, sequer poderá estar presente no estádio nos dez jogos em que está suspenso e ainda terá que pagar uma multa de 30 mil francos suíços (24 mil euros).

No julgamento de 12 de dezembro, a comissão disciplinar havia relatado que o jogador “entoou, com a multidão, um grito croata que era usado durante a segunda guerra mundial pelo movimento fascista Ustacha”, que chegou a colaborar com os nazistas.

Este grito, segundo a Fifa, “é discriminatório e atenta contra a dignidade de um grupo de pessoas, por motivos, entre outros, de raça, religião ou origem”.

No dia 19 de novembro, depois da vitória por 2 a 0 da Croácia contra a Islândia que selou a classificação para a Copa, Simunic pegou um microfone do estádio e lançou três vezes este grito “Pela Pátria!”, ao qual alguns torcedores respondiam “Prontos!”

O zagueiro, 35 anos, que atua no Dínamo de Zagreb, já foi multado em 3.200 euros pela justiça croata. Na sua defesa, chegou a alegar que desconhecia o significado ou a origem deste grito.

Fonte:Terra

Compartilhar: