Fifa detecta mais de 100 empresas com venda ilegal de ingressos da Copa

Responsável pela comercialização de pacotes de ingressos da Copa do Mundo de 2014, a empresa Match já identificou mais de…

Cambistas deverão faturar alto com venda ilegal de ingressos na Copa. Foto:Divulgação
Cambistas deverão faturar alto com venda ilegal de ingressos na Copa. Foto:Divulgação

Responsável pela comercialização de pacotes de ingressos da Copa do Mundo de 2014, a empresa Match já identificou mais de cem empresas envolvidas em comercialização ilegal de ingressos. A informação foi confirmada pela Fifa ao Terra por meio de comunicado.

De modo geral, o perfil dos grupos apontados é de sites que atuam como revendedores de ingressos da Copa, exclusividade da página da Fifa. A entidade aponta dois exemplos: ticketbis.net e liveworldcup2014.tickets.com, ambos em atividade.

“Consumidores que compram de vendedores não autorizados vão receber ingressos falsificados ou inválidos. Ou eles não vão receber os ingressos, ou vão receber os ingressos tarde demais para ter acesso ao jogo”, disse a Fifa.

“Algumas companhias estão oferecendo tíquetes que não têm, por preços exorbitantes e bastante inflacionados ou como parte de um pacote de viagens incluso não oficial. Não há tíquetes já impressos e essas companhias não têm tíquetes fisicamente para vender. Isso é uma verdade até abril de 2014″, acrescentou a entidade.

Na Copa do Mundo da África do Sul, cabe recordar, cerca de 200 torcedores não tiveram acesso ao Soccer City Stadium para a decisão entre Espanha e Holanda. Um site, hoje já fora do ar, havia comercializado as entradas falsas.

“Com certeza, estamos preocupados com isso. Acreditamos que chegamos a preços justos. O que não é bom é comprar ingressos como cambistas e revender a alguém. Estamos combatendo e adotando diferentes medidas para combater. O ingresso não pode ser copiado e vendido como original, há itens visualmente identificáveis e coisas mais sofisticadas”, afirmou Thierry Weil, diretor de marketing da Fifa.

Fonte:Terra
Compartilhar: