Fifa não faz restrição, mas só Nike terá chuteiras “cano alto” na Copa

Adidas também produziu modelo diferente, mas não está nos planos da empresa sua divulgação com atletas patrocinados

Chuteira Nike que será usada por Thiago Silva na Copa. Foto:Divulgação
Chuteira Nike que será usada por Thiago Silva na Copa. Foto:Divulgação

As principais rivais do mundo no campo dos materiais esportivos lançaram neste ano de Copa do Mundo novos modelos de chuteira com desenho totalmente diferente do que torcedores e jogadores se habituaram a ver ou usar. Adidas e Nike apresentaram versões de chuteira “cano alto”, alterando um padrão que apesar das cores cada vez mais alternativas, não era alterado em sua forma.

A reportagem consultou as duas empresas e a Fifa sobre as chuteiras. O site espanhol “Fútbol Finanzas” noticiou na última semana que a entidade planejava proibir o uso desses modelos na Copa do Mundo.

A Fifa tem um padrão rigoroso quanto aos equipamentos que os jogadores devem usar nos jogos de seus torneios. Apresenta quantos centímetros deve ter uma bandeira ou um escudo em qualquer parte do uniforme, limita as cores que cada time deve usar numa partida, mas quanto às chuteiras, talvez pela peculiariedade dos modelos, os regulamentos da Fifa nada dizem a respeito. A entidade informou que nem Nike, nem Adidas, a consultaram antes de lançar seus novos produtos.

Mesmo assim, a Adidas, parceira da entidade há mais de 40 anos, não pretende que seus atletas usem a chuteira “Primeknit FS” durante a Copa do Mundo. Segundo a assessoria de imprensa da Adidas, as chuteiras não foram pensadas para a Copa e em nenhum momento elas foram parte da estratégia de produtos para o torneio.

Já a Nike conta com sua chuteira “Magista” nos jogos da Copa do Mundo. Lançada no mesmo dia do modelo da Adidas no ínicio de março, a chuteira tem um cano alto mais curto e foi apresentada por jogadores patrocinados como Thiago Silva e David Luiz, titulares da zaga da seleção brasileira.

A empresa norte-americana informou que não lançou a chuteira sem consultar a Fifa. “Naturalmente checamos as diretrizes da Fifa e não há nada que restrinja a altura do cano da Magista. Sempre verificamos as orientações pertinentes como parte do processo de criação do produto”, disse a Nike por meio da sua assessoria de imprensa.

O documento da Fifa que trata dos equipamentos que os times podem ou não usar em campo tem 92 páginas. Há um minucioso relato com imagens sobre camisas, shorts, meias e até bonés. Para as chuteiras apenas um item, sem imagens. “Os jogadores da mesma equipe podem usar chuteiras de diferentes fabricantes e aparência visual diferente a seu próprio critério”, diz a entidade no documento.

O modelo da Adidas ainda está sendo finalizado. Já a Nike disponibilizará a chuteira a chuteira nas lojas especializadas a partir de 22 de maio. O preço sugerido é R$ 1.299,90.

Fonte:IG

Compartilhar:
    Publicidade