Final de semana começa com dois mortos e um ferido

Dois homens foram assassinados e um ficou gravemente ferido em duas ações criminosas ocorridas em um intervalo de menos de…

Dois homens foram assassinados e um ficou gravemente ferido em duas ações criminosas ocorridas em um intervalo de menos de três horas entre a noite de ontem e a madrugada de hoje, sábado, na Região Metropolitana de Natal. As três vítimas foram surpreendidas por seus algozes, que já chegaram atirando nos homens, sem chance de defesa ou reação. Um dos casos aconteceu no meio da rua com várias pessoas presentes.

O primeiro caso foi registrado no bairro Vale Dourado, na zona Norte de Natal. Ontem, por volta das 22h30, o jovem Yuri Henrique de Souza Felipe, que tinha 20 anos de idade, foi assassinado com quatro tiros por um homem desconhecido que invadiu a residência da vítima para matá-lo. O crime movimentou a rua em que a vítima morava e uma multidão se amontou em frente ao imóvel para acompanhar o trabalho da perícia.

De acordo com informações do 4º Batalhão da Polícia Militar, a suspeita é que o homicídio tenha sido motivado por um acerto de contas por causa de dívidas de drogas. Segundo o oficial de serviço, tenente Alves, os familiares da vítima desconfiam de o autor ou mandante do crime seja um traficante local, para quem Yuri Henrique devia uma grande quantia em dinheiro.

Conforme os familiares do jovem, ele já havia recebido inúmeras ameaças de morte por parte deste traficante, que seria o responsável por uma boca de fumo localizada na comunidade Olho D’água, e estaria cobrando a dívida das drogas compradas por Yuri. Ele foi atingido por quatro disparos de revólver calibre 38, sendo que três acertaram o tórax e o quarto, em uma das mãos.

Logo após efetuar os disparos contra Yuri, o desconhecido saiu correndo e fugir, tomando rumo ignorado. Alertados pelo barulho dos tiros, familiares e amigos da vítima correram para ver o que tinha acontecido e encontraram o jovem morto, dentro de casa. A Polícia Militar foi acionada e isolou a área, para evitar que os curiosos alterassem o local.

Apesar de ainda ter muitas pessoas na rua no momento do crime, os policiais do 4º Batalhão não conseguiram detalhes sobre quem poderia ser o assassino e para onde ele havia se dirigido após a execução. A lei do silêncio é muito forte na comunidade e os moradores temem que o assassino retorne para se vingar de quem o delatar ou ajudar a identificá-lo.

Os peritos do Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep) foram até o local e após analisarem a cena do crime, removeram o cadáver de Yuri Henrique para a sede do órgão, no bairro da Ribeira, zona Leste de Natal. O caso foi registrado na Delegacia de Plantão da zona Norte e a polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas por causa do tráfico de drogas.

HOMEM MORRE E OUTRO FICA FERIDO EM PASSAGEM DE AREIA

Poucas horas depois, no início da madrugada de hoje, outro homem foi assassinado a tiros por dois desconhecidos que estavam em uma motocicleta, no bairro de Passagem de Areia, em Parnamirim. Uma outra pessoa, que estava com a vítima no momento do crime, também foi atingida pelos disparos de revólver e foi socorrida com vida.

De acordo com informações do 3º Batalhão da Polícia Militar, as duas vítimas estavam bebendo em um bar quando, por volta de 1h da madrugada, foram até um terreno baldio ao lado do estabelecimento para usar o banheiro. Quando já estavam retornando, foram surpreendidos por uma dupla em uma moto. O passageiro do veículo sacou um revólver calibre 38 e efetuou vários disparos contra os dois homens.

Valmir Pedro Cordeiro de Pontes, 26 anos, foi atingido por vários disparos e não resistiu à gravidade dos ferimentos. Ele morreu no local, antes que fosse socorrido pela equipe do Serviço de Atendimento Mòvel de Urgência (Samu), que chegou poucos minutos após o crime.

Segundo o oficial de serviço do 3º Batalhão da Polícia Militar, tenente José Neto, o homem que acompanhava Valmir, identificado apenas pelo prenome “Elinaldo”, resistiu aos ferimentos e foi socorrido pelo Samu para o Hospital Walfredo Gurgel, no bairro do Tirol, em Natal. Lá, ele passou por procedimento médico para a retirada das balas e está em observação.

Compartilhar: