Flamengo mira sul-americanos e cota completa de gringos após perder Elias

Sem grandes recursos para investir em atletas de ponta do Brasil e da Europa, a diretoria do Flamengo busca nos países vizinhos os reforços para a Copa Libertadores

Flamengo já conta com atletas de fora no seu elenco. Foto:Divulgação
Flamengo já conta com atletas de fora no seu elenco. Foto:Divulgação

Após quase dois meses de conversas, o Flamengo não conseguiu resolver a permanência de Elias antes do final do contrato do meia – 31 de dezembro de 2013 – e ficou sem seu principal jogador para o início da temporada 2014. E por mais que ainda tente reverter o imbróglio com o Sporting para “recuperar” o camisa 8, o clube da Gávea agora volta suas atenções para outras negociações.

E o principal foco do Rubro-negro é o mercado sul-americano. Sem grandes recursos para investir em atletas de ponta do Brasil e da Europa, a diretoria do Flamengo busca nos países vizinhos os reforços para a Copa Libertadores, principal competição do clube no ano que se inicia.

O Rubro-negro pretende fechar um pacote com até quatro jogadores sul-americanos nesta janela de transferências. A ideia é utilizar toda a cota de estrangeiros permitida pela CBF recentemente, a entidade aumentou de três para cinco o limite de atletas de fora do Brasil nas equipes nacionais.

Atualmente, o Flamengo tem o paraguaio Cáceres e o chileno Marcos González em seu grupo de jogadores. No entanto, apenas o primeiro entra nesta conta, já que o segundo nasceu no Brasil e tem dupla nacionalidade.

“Vamos atrás destes jogadores, sim. É um mercado que muitos nos interessa neste momento. Se podemos ter cinco jogadores estrangeiros, buscaremos até este limite”, explicou o vice-presidente de futebol do Flamengo, Wallim Vasconcellos.

“Além disso, é importante ter jogadores sul-americanos acostumados com a disputa da Copa Libertadores. Se temos opções mais baratas e interessantes aqui perto, temos que aproveitar”, completou o dirigente rubro-negro.

Wallim Vasconcellos já têm conversas adiantadas e acredita que o Flamengo terá novidades em breve. “Estamos negociando. Creio que até a próxima semana já poderemos anunciar algo”, disse.

A ideia da diretoria é ter alguns reforços apresentados no dia da reapresentação – 8 de janeiro – do elenco no CT Ninho do Urubu.

Além das negociações com sul-americanos, o Flamengo já fechou com o meia Everton, do Atlético-PR, e o lateral direito Léo, que também atuava na equipe paranaense. Feijão, do Bahia, era outro reforço que poderia pintar no Rubro-negro. No entanto, o clube da Fonte Nova recuou na troca que envolvia o atacante Rafinha por conta da pressão de sua torcida, que discordou das conversas e protestou nas redes sociais.

Fonte:UOL

Compartilhar:
    Publicidade