Fluminenses aproveita pane do São Paulo e atropela no Maracanã

O atacante Walter estava inspirado e liderava sua equipe no setor ofensivo

Walter marcou dois e ajudou o Fluminense a golear o São Paulo. Foto: Diuvlgação
Walter marcou dois e ajudou o Fluminense a golear o São Paulo. Foto: Diuvlgação

O Fluminense fez um primeiro tempo ruim nesta quarta-feira, no Maracanã, e foi para os vestiários perdendo para o São Paulo. Com uma mentalidade ofensiva, os comandados de Cristóvão Borges retornaram para a etapa complementar buscando o gol e golearam o adversário por 5 a 2 no confronto válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Walter (duas vezes), Wagner, Rafael Sobis e Lucão (contra) fizeram pelo time da casa, enquanto Rogério Ceni e Alexandre Pato descontaram para os paulistas.

Com a goleada, o clube carioca foi aos 12 pontos, suficientes para garantir a terceira posição da competição nacional, a um ponto do líder Cruzeiro e do vice Grêmio. Com nove pontos, o São Paulo caiu para a oitava colocação.

O clube paulista começou melhor o confronto desta quarta-feira, mas demorou até marcar o primeiro gol. Antônio Carlos invadiu a área com a bola dominada e foi derrubado por Wellington Silva, em lance no qual o árbitro Paulo de Godoy Bezerra assinalou pênalti. Na cobrança, aos 26min, Rogério Ceni mandou rasteiro, no meio do gol, e abriu o marcador enquanto o goleiro Felipe pulou para defender o lado esquerdo da meta.

O empate do Fluminense veio em uma jogada iniciada por Conca, que arriscou finalização de forada área rebatida por Rogério Ceni de manchete. Na sobra, aos 42min, Walter dominou, girou e mandou por baixo do capitão são-paulino, que não viraria vilão graças a Alexandre Pato.

O atacante precisou de dois minutos para recolocar o clube paulista na frente, ao receber cruzamento na medida de Osvaldo, se antecipar da marcação e testar à direita de Felipe.

O time carioca retornou do intervalo com outra postura, buscando o ataque para empatar e virar o confronto. O comportamento ofensivo deu certo, e aos 7min – com um pouco de sorte -, os donos da casa empataram de novo. Conca cobrou escanteio e o zagueiro são-paulino Lucão acabou desviando contra as próprias redes de joelho, marcando o segundo do Fluminense.

O atacante Walter estava inspirado e liderava sua equipe no setor ofensivo. Antes do empate, o substituto de Fred ousou uma bicicleta e tirou tinta da trave de Rogério. Aos 19min, o centroavante fez o gol da virada ao receber cruzamento da lateral esquerda, dominar com liberdade e bater com curva com a parte externa do pé, acertando a trave e as redes do clube paulista.

A pressão dos cariocas não parou por aí e sete minutos depois Wagner ampliou a vantagem ao se aproveitar de novo rebote do goleiro rival e finalizar de primeira, encobrindo-o e marcando o quarto. Aos 30min, em uma pane coletiva da defesa da equipe paulista, Conca cruzou rasteiro e Rafael Sobis transformou a vitória do Fluminense em goleada.

 

No próximo sábado, o Fluminense encara o Bahia às 18h30 (de Brasília) na Arena Barueri, em duelo válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. No mesmo dia, às 21h, no Morumbi, o São Paulo recebe o Grêmio buscando a reabilitação na competição.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 5 X 2 SÃO PAULO

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 21 de maio de 2014, quarta-feira

Horário: 22 horas (de Brasília)

Árbitro: Paulo Godoy Bezerra (SC)

Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Carlos Berkenbrock (SC)

Cartões amarelos: Conca (Fluminense). Paulo Miranda, Reinaldo, Luis Fabiano e Alexandre Pato(São Paulo)

GOLS: FLUMINENSE: Walter, aos 41 minutos do primeiro tempo e aos 20 minutos do segundo tempo. Lucão (contra), aos sete, Wagner, aos 27, e Rafael Sobis, aos 30 minutos do segundo tempo.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, aos 25, e Alexandre Pato, aos 44 minutos do primeiro tempo

FLUMINENSE: Felipe Garcia; Wellington Silva, Gum, Elivélton (Marlon) e Carlinhos; Diguinho, Jean, Wagner (Chiquinho) e Conca; Rafael Sobis (Kenedy) e Walter

Técnico: Cristóvão Borges

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lucão, Antônio Carlos e Reinaldo; Souza, Maicon (Pabon) e Paulo Henrique Ganso; Alexandre Pato, Luis Fabiano (Boschilia) e Osvaldo (Hudson)

Técnico: Muricy Ramalho

Compartilhar: