Foragido é suspeito de matar mulher um mês após casamento

A família da jovem era contra o relacionamento porque o suspeito era violento

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma jovem de 21 anos foi assassinada dentro de casa em Sumaré, interior de São Paulo. O principal suspeito é o namorado dela, com quem a mulher vivia há apenas um mês. O homem é foragido da Justiça desde o início do ano.

Luana Barbara de Souza namorou Rafael Marques Rodrigues, de 27, por cinco meses antes de ir morar com o rapaz.

Segundo a família da jovem, o relacionamento dos dois era muito conturbado devido ao ciúme de Rodrigues. Inclusive, ele chegou a agredi-la várias vezes em público. O rapaz proibia a jovem de ver a família e as amigas. Para conversar com alguém, Luana saía de casa escondida para que Rodrigues não descobrisse.

Familiares de Luana eram contra o namoro, principalmente, porque Rodrigues era violento. Além disso, ele havia saído da cadeia em janeiro deste ano depois de ter sido condenado por roubo.

Mesmo com a família contra, Luana decidiu morar com o namorado nos fundos do quintal dos pais de Rodrigues, em Sumaré. Cerca de um mês depois, durante uma discussão, Luana foi baleada no rosto. Rodrigues saiu da casa desesperado dizendo que havia provocado um acidente.

O irmão de Rodrigues entrou na casa para socorrer Luana, mas a garota já estava morta. A princípio, a polícia havia recebido uma denúncia de suicídio, mas, após pericia na casa, esta hipótese foi descartada.

Após a morte de Luana, Rodrigues fugiu. A arma não foi localizada, o que pode indicar que ele foi embora com a arma do crime.

Fonte: R7

 

Compartilhar: