Furto de piloto do novo ‘Fantástico’ gera crise interna na Globo

Algumas novidades guardadas a sete chaves por meses viraram fumaça

Novidades do 'Fantástico' foram mostradas no vídeo. Foto: Divulgação
Novidades do ‘Fantástico’ foram mostradas no vídeo. Foto: Divulgação

Das duas, uma: ou a poderosa Globo ainda é inábil na utilização segura da internet, ou possui inimigos internos perigosos. O episódio do furto e vazamento de material sigiloso do novo Fantástico, que estreia dia 27, gerou uma crise na emissora.

Um piloto (programa-teste) foi transmitido na sexta-feira (4), pelo canal Absurda TV, na rede de vídeos Justin.tv. As imagens teriam sido capturadas durante envio do material da sede da Globo, no Rio, para afiliadas de várias regiões do País.

Os críticos dos hackers dirão: foi uma ação criminosa de piratas virtuais. Já os especialistas em segurança digital podem argumentar: tratou-se de um descuido inadmissível (e danoso) da emissora com melhor infraestrutura tecnológica do Brasil. Há uma terceira hipótese: alguém com acesso ao material teria vazado intencionalmente as imagens.

Recentemente, o Fantástico deu amplo espaço às denúncias de espionagem contra o Brasil, divulgadas pelo ex-analista da CIA Edward Snowden. Agora, o programa se tornou vítima de uma ação semelhante à praticada pelos agentes americanos. Por enquanto, a suspeita de espionagem ou sabotagem é mera especulação. Porém o clima fechou no jornalismo global.

Independentemente da autoria do vazamento, o caso provocou um estrago no ânimo da equipe. Algumas novidades guardadas a sete chaves por meses viraram fumaça. A transmissão clandestina antecipou um dos maiores segredos do projeto: a redação-estúdio. O espaço permitirá total interação dos apresentadores Tadeu Schmidt e Renata Vasconcelos com jornalistas e produtores do programa.

A ideia é transformar os bastidores do Fantástico numa atração especial. Os telespectadores vão acompanhar a informação sendo apurada, checada e se transformando em matéria ou entrevista. O vídeo revelou ainda trecho da nova abertura, momentos de uma conversa da redação com o técnico da Seleção, Luiz Felipe Scolari, e novos efeitos visuais.

Investindo alto em interatividade para se aproximar do telespectador-internauta, a Globo tenta driblar a crise de ibope para manter a liderança entre as emissoras. A renovação do Fantástico é uma das apostas da cúpula do canal para superar a turbulência. No ar há 40 anos, a revista de variedades enfrenta um longo período de queda de audiência e desgaste no conteúdo.

O vazamento na internet tirou boa parte do efeito surpresa da nova cara da atração. Ainda assim há curiosidade geral para saber se as mudanças serão apenas estéticas ou resultarão efetivamente em uma fase inovadora. A Globo priorizou o fortalecimento do Fantástico para que o programa seja o carro-chefe das comemorações dos 50 anos da emissora, em 2015.

Fonte: Terra

Compartilhar: