Futuro do Brasil na Copa começa a ser definido hoje

Como país-sede, o Brasil será o cabeça de chave do Grupo A

Ensaio geral no palco onde, na sexta, serão sorteados os grupos da Copa de 2014. Foto: Divulgação
Ensaio geral no palco onde, na sexta, serão sorteados os grupos da Copa de 2014. Foto: Divulgação

A sorte do Brasil na Copa será lançada nesta sexta-feira.

A partir das 14h40, no sorteio dos grupos realizado na Costa do Sauipe, na Bahia, a seleção conhecerá os seus três primeiros adversários. Antes, às 14h, acontecerão espetáculos de música e dança.

Como país-sede, o Brasil será o cabeça de chave do Grupo A. Jogará em São Paulo (12/6), Fortaleza (17/6) e Brasília (23/6) na primeira fase.

Ao menos um europeu estará na chave brasileira. Outro europeu ou um africano e um asiático ou um país da Concacaf (Confederação de Futebol da Américas do Norte, Central e Caribe) completarão a chave brasileira.

Alemanha, Argentina, Espanha, Uruguai, Bélgica, Colômbia e Suíça são os outros sete cabeças de chave, escolhidos com base no ranking Fifa. Eles serão sorteados para encabeçar as chaves B à H.

Equipes tradicionais como Holanda, França e Itália poderão enfrentar qualquer um dos cabeças de chave.

Há a possibilidade da criação de “supergrupos da morte”, com a presença de três campeões mundiais, pois há nove europeus no pote quatro. Por sorteio, um deles irá para o pote dois, com sul-americanos e africanos.

Se a Inglaterra mudar de pote, por exemplo, abre a chance de um grupo com Brasil, Itália, Inglaterra e EUA.

PREFERÊNCIAS

Em encontros de representantes das seleções, os cabeças de chave analisaram a tabela e identificaram grupos que desejam cair. As chaves D, E e G são as que todos querem fugir. Na D, há um grande deslocamento para jogar.

A E é a única em que um time que encabeça grupo jogará em Manaus. O técnico da Inglaterra, Roy Hodgson, já se posicionou publicamente contra atuar na cidade.

A Argentina sonha em ser sorteada no Grupo F. Jogaria no Rio e em Belo Horizonte, onde ficará concentrada, na Cidade do Galo, e também em Porto Alegre, a pouco mais de 1.000 km de Buenos Aires.

A Espanha mostrou interesse pelo Grupo H, que não sai do Sudeste. Joga em São Paulo, Rio e BH.

NOVOS MERCADOS

De olho num mercado de mais de 1 bilhão de pessoas, a Fifa anunciou nesta quinta-feira que vai realizar na Índia a Copa do Mundo sub-17, em 2017. O futebol é praticamente ignorado naquele país.

MUNDIAL COM VÉU

A Jordânia vai receber o Mundial sub-17 feminino de 2016. Em 2012, a Fifa aprovou a utilização de véu islâmico em competições oficiais.

RETARDATÁRIOS

Os representantes de Curitiba só chegaram ontem ao complexo hoteleiro na Bahia. A Arena da Baixada é o estádio mais atrasado para a Copa.

Fonte: Folha de São Paulo

Compartilhar: