Gabriel Medina defende liderança do WCT 2014 no Billabong Pro Tahiti

Depois, Gabriel Medina começa a defender a ponta na corrida pelo título mundial na sexta bateria, estreando contra o australiano Mitch Crews e Tuamata Puhetini

0826-GabrielMedina-Tahiti_SR

O prazo do Billabong Pro Tahiti começou na sexta-feira, mas a previsão das ondas é excelente para os próximos dias e a decisão foi aguardar a chegada deste swell para dar início a etapa mais desafiadora do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour. A primeira fase foi adiada nos dois primeiros dias e a próxima chamada é as 7h30 do domingo no Taiti, 14h30 pelo fuso horário de Brasília. Kelly Slater foi escalado para abrir o campeonato e o Brasil estreia na segunda bateria com o carioca Raoni Monteiro. Depois tem Alejo Muniz na quarta, Gabriel Medina na sexta fazendo sua primeira defesa da liderança do ranking mundial nos temidos tubos de Teahupoo, Adriano de Souza e Miguel Pupo entrando juntos na sétima e Jadson André no décimo dos doze confrontos da primeira fase.

Depois da vitória na final verde-amarela com Willian Cardoso no bicampeonato do Brasil no US Open of Surfing em Huntington Beach, Filipe Toledo não vai competir no Billabong Pro Tahiti e foi substituído pelo australiano Mitch Coleborn. Outro top-34 do Samsung Galaxy ASP World Tour que não participa desta sétima etapa da temporada é o francês Jeremy Flores, pela suspensão imposta pela ASP pela conduta antiesportiva contra os juízes e organizadores após sua eliminação no J-Bay Open da África do Sul. O irlandês Glenn Hall entrou no seu lugar e já vai encarar a fera Kelly Slater na primeira bateria, além do havaiano Sebastian Zietz.

Nesta primeira rodada ninguém é eliminado. Os vencedores das baterias avançam direto para a terceira fase, mas os perdedores têm uma segunda chance de classificação nos duelos homem a homem da repescagem. O carioca Raoni Monteiro será o primeiro brasileiro a desafiar os tubos e a perigosa bancada de Teahupoo, na segunda bateria contra o taitiano Michel Bourez e o australiano Matt Wilkinson. Na quarta, o catarinense Alejo Muniz enfrenta dois australianos, o atual campeão mundial Mick Fanning e o substituto de Filipe Toledo, Mitch Coleborn.

Depois, Gabriel Medina começa a defender a ponta na corrida pelo título mundial na sexta bateria, estreando contra o australiano Mitch Crews e o vencedor da triagem do Billabong Pro Tahiti, o surfista local Tuamata Puhetini. Na disputa seguinte, tem Brasil em dose dupla com os paulistas Adriano de Souza e Miguel Pupo disputando apenas uma vaga direta para a terceira fase com o australiano Dion Atkinson. E o potiguar Jadson André fecha a participação verde-amarela na primeira fase na décima bateria contra mais dois surfistas da Austrália, Josh Kerr e Julian Wilson.

 

PRIMEIRA FASE DO BILLABONG PRO TAHITI – Vitória=Terceira Fase / 2.o e 3.o=Repescagem:

1.a: Kelly Slater (EUA), Sebastian Zietz (HAV), Glenn Hall (IRL)

2.a: Michel Bourez (TAH), Matt Wilkinson (AUS), Raoni Monteiro (BRA)

3.a: Taj Burrow (AUS), Adam Melling (AUS), Brett Simpson (EUA)

4.a: Mick Fanning (AUS), Alejo Muniz (BRA), Mitch Coleborn (AUS)

5.a: Joel Parkinson (AUS), Adrian Buchan (AUS), Nathan Hedge (AUS)

6.a: Gabriel Medina (BRA), Mitch Crews (AUS), Tuamata Puhetini (TAH)

7.a: Adriano de Souza (BRA), Miguel Pupo (BRA), Dion Atkinson (AUS)

8.a: Nat Young (EUA), C. J. Hobgood (EUA), Tiago Pires (PRT)

9.a: Kolohe Andino (EUA), Fredrick Patacchia (HAV), Aritz Aranburu (ESP)

10: Josh Kerr (AUS), Julian Wilson (AUS), Jadson André (BRA)

11: Owen Wright (AUS), Bede Durbidge (AUS), Travis Logie (AFR)

12: Jordy Smith (AFR), John John Florence (HAV), Kai Otton (AUS)

TOP-22 DO RANKING DO SAMSUNG GALAXY ASP WORLD TOUR 2014 – 6 etapas:

1.o: Gabriel Medina (BRA) – 36.150 pontos

2.o: Joel Parkinson (AUS) – 34.400

3.o: Mick Fanning (AUS) – 32.650

4.o: Taj Burrow (AUS) – 31.950

5.o: Michel Bourez (TAH) – 30.500

6.o: Kelly Slater (EUA) – 30.350

7.o: Adriano de Souza (BRA) – 30.100

8.o: Nat Young (EUA) – 25.900

9.o: Kolohe Andino (EUA) – 22.500

10: Josh Kerr (AUS) – 22.250

11: Owen Wright (AUS) – 19.700

12: Jordy Smith (AFR) – 18.400

13: John John Florence (HAV) – 17.450

14: Bede Durbidge (AUS) – 16.200

15: Julian Wilson (AUS) – 15.250

16: Fredrick Patacchia (HAV) – 14.750

17: C. J. Hobgood (EUA) – 13.700

17: Miguel Pupo (BRA) – 13.700

19: Sebastian Zietz (HAV) – 12.700

20: Filipe Toledo (BRA) – 12.500

21: Matt Wilkinson (AUS) – 10.250

21: Adam Melling (AUS) – 10.250

——-outros brasileiros:

23: Alejo Muniz (BRA) – 10.200 pontos

28: Jadson André (BRA) – 6.750

34: Raoni Monteiro (BRA) – 3.000

 

 

Fonte: WCT

Compartilhar:
    Publicidade