Gari entrega filho ladrão para a polícia e dá lição de vida em delegacia

Triste, pai aconselhou filho na frente dos policiais e implorou que ele saísse do mundo do crime

Gari pediu pelo amor de Deus que filho não roubasse mais. Foto:Divulgação
Gari pediu pelo amor de Deus que filho não roubasse mais. Foto:Divulgação

Um gari entregou o próprio filho para a polícia e ainda deu uma verdadeira lição de vida em delegacia de Belo Horizonte, na madrugada desta quarta-feira (8).

Indignado e triste em ter descoberto que o adolescente de 14 anos assaltou uma creperia na companhia de um amigo, o profissional da área de limpeza denunciou o garoto e o levou pessoal até o distrito policial.

Pai de quatro filhos, o gari disse que sempre os aconselhou a estudar e trabalhar.

“Eu trabalho de sol a chuva no caminhão de lixo e não concordo que ele faça isso. Não tem necessidade dele fazer isso e, inclusive, eu estou até com vergonha porque eu fico triste né de ver ele fazendo uma coisa dessa. Dói, está doendo mesmo. Está apertando o meu coração”, disse o gari.

O roubo ocorreu no bairro Buritis, na região oeste da capital mineira. Armados, o adolescente e o comparsa renderam funcionários e até clientes. No entanto, depois de pegar dinheiro e até refrigerantes, um deles deixou o o revólver de brinquedo que usava cair na porta do estabelecimento.

Com o descuido, as vítimas perceberam que a arma não era de verdade e correram atrás dos assaltantes. Os suspeitos fugiram na direção de um matagal e se esconderam. Mas, pouco tempo depois, o amigo do filho do gari foi achado pelas vítimas e agredido por elas. Em seguida, ele foi medicado no Hospital de Pronto-Socorro João 23 e encaminhado à delegacia, onde confessou o crime.

Em frente ao pai, o filho do gari pediu desculpas e disse estar arrependido. O gari disse que o perdoava, mas fez questão de aconselhar o adolescente.

“Você está desculpado, mas, pelo amor de Deus, não faz isso não. Não quero ver você nisso. Toda vida eu conversei com você, sempre falei para não andar em coisas erradas. Você tem que ser homem. Você meu serviço aí, sol ou chuva, e eu correndo atrás de caminhão, trabalhando para tratar de você e você faz uma coisa dessa?”, finalizou.

Fonte:R7

Compartilhar:
    Publicidade