Garota de programa é presa acusada de roubar mais de R$ 24 mil em bolsas

Durante a ação, Valéria agiu com violência, ameaçando as vendedoras: "Bora, bora, senão vai levar tudo bala!"

7I67I67I67I67I65I6

Uma garota de programa de 33 anos, natural de São Paulo, foi presa na noite dessa quarta-feira (7) na cidade de Macaíba, na Grande Natal, acusada de ter participado do assalto a uma loja de artigos de couro no bairro do Alecrim, Zona Leste de Natal, na manhã de ontem, que resultou em um prejuízo no valor de R$ 24 mil para o dono do estabelecimento.

No local, ela foi presa em flagrante com duas bolsas roubadas da loja e um cordão de ouro subtraído de uma pessoa que fazia compras no estabelecimento comercial. Valéria já vinha sendo investigada pela DEFUR por outros assaltos e já tem passagem pela polícia por estelionato. Na delegacia, a mulher confessou ter praticado o crime. Em depoimento, uma das vítimas relatou que a acusada tinha entrado com outro homem na loja se passando por clientes, e armados, anunciaram o assalto. A vítima contou também que durante a ação, Valéria havia sido muito violenta ameaçando as vendedoras e dizendo “Bora, bora, senão vai levar tudo bala!”. Antes de sair, a dupla quebrou o sistema de segurança, impossibilitando a gravação das imagens do roubo. Na saída, a vítima escutou ainda quando Valéria falou ao telefone com uma pessoa dizendo que viesse ao local, pois “tinham terminado o serviço”.

Durante a operação também foi preso Cleyton Medeiros da Cunha, 37 anos, que acabou autuado em flagrante por receptação, já que estava com alguns produtos do roubo. Na ação policial também foi preso um jovem identificado como Júnior Ferreira de Moura, 19 anos. Ele é companheiro de Valéria e tem mandado expedido pela Justiça de Macaíba por ter matado, no início do ano de 2013, uma pessoa conhecida por “Badé”, crime ocorrido no município de Bom Jesus. Ainda não se sabe se Júnior tem participação no roubo à loja de bolsas.

Compartilhar:
    Publicidade