Google é multado por não retirar vídeo ofensivo a netinho do ar

Empresa foi condenada a pagar multa à Justiça Eleitoral por ter descumprido determinação de retirar vídeo ofensivo a Netinho de Paulo do Youtube em 2010

4y54y45y45y

O Google Brasil pagou 30 mil reais à Justiça Eleitoral por não ter retirado do YouTube um vídeo ofensivo a Netinho de Paula, durante as eleições de 2010, época em que o atual secretário especial de Promoção da Igualdade Racial de São Paulo era candidato ao Senado.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), o pagamento da multa foi feito no mês passado, mas só agora foi comunicado pela Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo (PRE-SP).

O processo no qual a empresa foi condenada foi movido pela “Coligação União para Mudar” e por Netinho. Eles a retirada do material (que estava publicado anonimamente desde 19 de setembro de 2010, do ar).

De acordo com o MPF, em 21 de setembro do mesmo ano um juiz do TRE-SP determinou a suspensão do vídeo. O Google teria descumprido a medida, o que levou a outra decisão que ordenava a retirada imediata do conteúdo do site no dia 1º de outubro, sob pena de multa diária. Ainda assim, o vídeo teria continuado lá.

Na época, a PRE-SP se manifestou a favor do pedido de Netinho, alegando que “admitir que na internet não há possibilidade de se exercer controle” sobre os conteúdos que ultrapassam o direito de crítica é aceitar que exista uma “verdadeira terra de ninguém”.

 

O Google foi condenado ao pagamento da multa pela divulgação de propaganda eleitoral irregular. A empresa recorreu ao TSE, mas o recurso não foi aceito.

 

Fonte: Exame

Compartilhar: