Governador de PE confirma enterro de Eduardo Campos para este domingo

Velório de Eduardo Campos e assessores será no Palácio Campos das Princesas

yjwjwjw

O governador de Pernambuco, João Lyra, disse em entrevista à Rádio Folha para o jornalista Magno Martins, na noite desta sexta-feira (15), que a expectativa é que os trabalhos de reconhecimento dos sete corpos encerrem neste sábado (16) por volta do meio-dia. Já a liberação dos restos mortais para os seus respectivos Estados deve acontecer até o fim da tarde. O enterro de Eduardo Campos e os outros três assessores mortos no acidente aéreo do último dia 13 em Santos, litoral de São Paulo, está previsto para as 17h deste domingo (17).

Depois de uma conversa com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, Lyra informou que os quatro corpos que vêm para Pernambuco devem ser liberados no começo da tarde do sábado após o fim dos trabalhos burocráticos. “Quando encerrarem os trabalhos técnicos, vão ser realizados os procedimentos burocráticos que envolvem tabelião e cartório. Em seguida, vão embarcar para o Recife”.

Os corpos devem chegar por volta das 20h à capital pernambucana. O prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o candidato ao governo do Estado, Paulo Câmara, vão acompanhar o traslado dos restos mortais. A aeronave com os restos mortais vai sair de Guarulhos, em São Paulo.

Lyra vai vir para o Recife uma hora antes para recepcionar os corpos. Quando os restos mortais chegarem ao aeroporto do Recife, serão levados ao Palácio Campo das Princesas, na sede do Governo, na área Central do Recife. Os restos mortais do candidato à Presidência da República Eduardo Campos (PSB) serão transportados em carro do Corpo de Bombeiros da base aérea do Recife ao Palácio Campo das Princesas, sede do governo estadual. Carros de funerária também trarão os corpos do assessor de imprensa Carlos Percol, do fotógrafo Alexandre Severo e do cinegrafista Marcelo Lira, que serão velados juntos com o ex-governador.

Por volta das 22h, Geraldo Alckmin vai falar com  Lyra para confirmar se houve alguma mudança nesses prazos. O velório deve durar cerca de 17 horas antes do enterro no Cemitério de Santo Amaro, na área Central do Recife e poderá ser aberto ao público ainda na noite do sábado para domingo. Eduardo será sepultado junto ao avô Miguel Arraes, morto em 13 de agosto de 2005.

Uma missa será celebrada pelo bispo Dom Fernando Saburido e outros padres. A arquidiocese não confirmou o horário.

ACIDENTE – O ex-governador e candidato à Presidência da República Eduardo Campos (PSB) morreu na manhã da última quarta-feira (13) após o jatinho onde estava cair em Santos, litoral de São Paulo. O acidente aconteceu por volta das 10h. A aeronave do candidato saiu do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, para o Guarujá, em São Paulo, onde ele tinha evento de campanha na manhã daquele dia. Chovia muito na hora do acidente. O piloto ainda tentou arremeter, mas não conseguir e acabou caindo por cima de algumas casas.

Estavam na aeronave sete pessoas. O candidato à presidência Eduardo Campos, os dois pilotos Geraldo da Cunha e Marcos Martins, Pedro Valadares Neto (assessor), Carlos Augusto Leal Filho, conhecido como Percol (assessor de imprensa), Marcelo Lyra (cinegrafista) e Alexandre Severo (ex-fotográfo deste JC).

 

 

Fonte: Jornal do Commercio

Compartilhar:
    Publicidade