Governo autoriza abertura de 40 vagas para curso de medicina no RN

Unidade da Universidade Federal do estado localizada em Caicó foi contemplada. Ao todo, estão sendo criadas 420 vagas em oito cursos de medicina do interior do país

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Governo Federal aprovou a criação de 40 novas vagas de graduação em medicina na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A unidade de ensino contemplada está localizada no município de Caicó. Ao todo, oito cursos de instituições de seis estados do Nordeste, Sudeste e Centro-oeste receberam autorização para criar 420 novas vagas. A medida foi publicada na terça-feira (13) no Diário Oficial da União (Portaria 274) e as vagas serão oferecidas já a partir segundo semestre deste ano.

A expansão na formação médica faz parte de uma série de medidas estruturantes que integram o Programa Mais Médicos, com foco na diminuição da carência de profissionais médicos no país e na expansão do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS). Pelo programa, serão criadas 11.447 novas vagas de medicina e 12.372 vagas de residência até 2017.

“Essa medida vai permitir que a médio e longo prazo tenhamos médicos suficientes para trabalhar em todos os cantos do nosso país”, destaca o ministro da Saúde, Arthur Chioro. “A ampliação do número de vagas vai ajudar também a levar os alunos de medicina para serem formados em municípios do interior do país, contribuindo para fazer um Brasil mais equilibrado, mais igual, com mais oportunidades e capacidade de resolver os problemas de saúde”, ressalta Chioro.

Ampliação

Além de instituições públicas, a expansão de vagas também será implementada em universidades particulares. Conforme preveem as regras do Programa Mais Médicos, essas instituições de ensino precisam estar em localidades que atendam à necessidade social da oferta de curso de medicina, além de contar estrutura de equipamentos públicos e programas de saúde no município.

O Ministério da Educação já pré-selecionou 49 municípios aptos para expansão que estão recebendo visitas técnicas para verificação do cumprimento dos critérios pré-estabelecidos. As cidades contempladas estão distribuídas em 15 estados das cinco regiões do país.

Mais médicos

Lançado em julho de 2013 pela presidenta Dilma Rousseff, o Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do SUS, com o objetivo de aperfeiçoar a formação de médicos na Atenção Básica, ampliar o número de médicos nas regiões carentes do país e acelerar os investimentos em infraestrutura nos hospitais e unidades de saúde.

Os profissionais do programa cursam especialização em atenção básica, com acompanhamento de tutores e supervisores. Para participar da iniciativa, eles recebem bolsa formação de R$ 10,4 mil por mês e ajuda de custo pagos pelo Ministério da Saúde. Em contrapartida, os municípios ficam responsáveis por garantir alimentação e moradia aos participantes.

Além da ampliação imediata da assistência em atenção básica, o Mais Médicos prevê ações estruturantes voltadas à expansão e descentralização da formação médica no Brasil.

Confira abaixo a lista completa de instituições contempladas:

INSTITUIÇÃO CIDADE VAGAS
UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS JATAÍ (GO) 60
UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUTINHONHA E MUCURIPE TEÓFILO OTONI (MG) 60
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL TRES LAGOAS (MS) 60
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PAULO AFONSO (BA) 40
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PARANAÍBA (PI) 40
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAICÓ (RN) 40
UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA TEIXEIRA DE FREITAS (BA) 80
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA BARREIRAS (BA) 40
TOTAL DE VAGAS 420

 

Compartilhar: