Governo investirá R$ 1 mi para exposições mas ainda deve à Festa do Boi 2013

Governo do Estado escolheu sete feiras para receber ajuda

tjutrjrjrjrtjrjrj

Marcelo Hollanda

hollandajornalista@gmail.com

Das 54 festas no interior envolvendo exposições e animais no Rio Grande do Norte, muitas delas paralisadas por falta de financiamento oficial, o Governo do Estado escolheu as sete mais importantes e promete um apoio financeiro para todas elas de R$ 1 milhão no total.

Hoje, ao lançar o programa RN Sustentável em São Paulo do Potengi, o secretário Tarcísio Bezerra, da Agricultura, aproveitou para lançar o circuito do agronegócio para 2014 , com a expectativa que o investimento tenha como retorno R$ 200 milhões em financiamentos bancários na aquisição de animais e matrizes.

Ele explicou que inicialmente o Estado selecionou 18 eventos pelo interior até chegar a sete considerados os mais representativos. Entre eles, é claro, está a Festa do Boi, que no ano passado teve dificuldades para se pagar por causa da promessa não cumprida da governadora Rosalba Ciarlini de manter o tradicional repasse de R$ 380 mil à festa mais importante do calendário agropecuário do Nordeste. Depois, representantes do Estado se comprometeram a repassar R$ 220 mil mediante liberação imediata do recurso – promessa também não cumprida.

Hoje, o presidente da Anorc, Marcos Aurélio de Sá, não quis comentar a iniciativa do Estado de voltar a prestigiar os eventos agropecuários. “Espero que seja verdade”, limitou-se a dizer.

Os sete eventos selecionados são os de Caícó, Currais Novos, Lajes, Mossoró e dois em Natal – a Festa do Boi e a do Leite, ambos realizados no Parque Aristófanes Fernandes. Em passado recente, o RN já manteve mais de 50 festas dessa natureza todos os anos no estado.

Hoje, o secretário Tarcísio Dantas disse que o lançamento do calendário do Circuito de Exposições Agropecuárias 2014 é uma homenagem a São Paulo do Potengi que, tradicionalmente, abre as feiras agropecuárias no RN, “sempre com muita organização, enorme participação popular e expectativas positivas por parte dos criadores, especialmente este ano, no qual o reaparecimento das chuvas trouxe novos ânimos para os produtores rurais”.

A Exposição Agropecuária de São Paulo do Potengi será realizada de 4 a 6 de abril e o presidente da Associação Norte-riograndense de Criadores de Ovinos e Caprinos (ANCOC), Alexandre Confessor, afirma que todos os currais já foram reservados.

Tarcísio Bezerra lembrou que por causa da seca, no ano passado, várias exposições feiras não se realizaram e citou o caso da Expofruit e das Exposições de Currais Novos e Lajes, em função das dificuldades financeiras do Estado.

De acordo com o coordenador de Eventos da Secretaria da Agricultura, Ricardo Valério, os eventos costumam ter uma ótima relação custo benefício, que é extremamente positiva para a economia do Estado, além de propiciar a valorização da genética potiguar.

Segundo o Coordenador de Eventos da Secretaria da Agricultura, Ricardo Valério, os eventos têm uma ótima relação custo benefício, o que é extremamente positivo para a economia do Estado, além de propiciar uma excelente valorização da elevada genética Potiguar , tendo em vista que se espera a formatação de negócios da ordem de R$ 200 milhões de reais, distribuídos entre vendas diretas, financiamentos bancários via BNB e Banco do Brasil, e os leilões que normalmente são realizados nesses eventos.

Durante a realização das feiras, a EMATER irá realizar cursos e dias de campo, além de organizarem a ida de caravanas de agricultores familiares, para que os mesmo tenham acesso as novas tecnologias direcionadas a agricultura e pecuária e possam adquirir animais de qualidade, tendo em vista o melhoramento genético de seus rebanhos.

Compartilhar:
    Publicidade