Governo do MA critica divulgação de vídeo com presos decapitados

Um vídeo feito por detentos mostra corpos de homens decapitados e torturados do complexo penitenciário de Pedrinhas

Governadora não concordou com divulgação do vídeo. Foto:Divulgação
Governadora não concordou com divulgação do vídeo. Foto:Divulgação

A gestão Roseana Sarney (PMDB) classificou como “um ato de completa selvageria” a divulgação das imagens da decapitação de presos durante uma rebelião no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. O próprio jornal Folha de S. Paulo, que tornou públicas as cenas, repercutiu, em sua edição desta quarta-feira, trechos da nota emitida pelo governo. “Divulgar esse tipo de gravação é repudiante, pois só corrobora com uma ação no mínimo criminosa, com apelo sensacionalista e que fere todos os preceitos dos direitos humanos e as leis de proteção ao cidadão e à família [dos detentos mortos], que se vê novamente diante de uma exposição brutal”, disse o posicionamento, assinado pela Secretaria Estadual de Comunicação.

Um vídeo feito por detentos mostra corpos de homens decapitados e torturados do complexo penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, no Maranhão. Gravado no último dia 17 de dezembro, as imagens exibem presos celebrando as mortes e as cabeças, exibidas como troféus, dos rivais, identificados como Diego Michael Mendes Coelho, 21 anos, Manoel Laércio Santos Ribeiro, 46, e Irismar Pereira, 34..

Fonte:Terra

Compartilhar: