Grávidas podem curtir a Copa do Mundo mas precisam tomar cuidados

Neste período, é preciso cuidar da alimentação, afinal, os petiscos e bebidas, como refrigerantes e álcool, fazem parte do cardápio da comemoração

67i67i5i56i5i5

Para a felicidade de muitos, a Copa do Mundo está chegando e todos estão se preparando para curtir esse grande evento. E as grávidas que são apaixonadas por futebol, obviamente, não vão perder a oportunidade de aproveitar essa grande festa, mas é preciso tomar alguns cuidados para garantir a segurança da mamãe e do bebê.

Neste período, um dos principais cuidados que deve ser tomado é com as confusões e multidões dos estádios, afinal, o evento atrai pessoas do mundo inteiro e, muitas vezes, acaba gerando conflitos. Em casos de aglomerações, é importante tomar cuidado e sair de perto da bagunça para evitar acidentes, como alerta o obstetra Luiz Fernando Leite, do Hospital e Maternidade Santa Joana. “Qualquer trauma, batida ou queda deve ser observada por 24 horas para ver se não ocorre perda de líquido e/ou de sangue. Mas se houver sinais fetais, indica que está tudo bem”.

As mamães que gostam de futebol e não vão abrir mão de ir para o estádio torcer pelo Brasil precisam se atentar a alguns fatores, como segurança e conforto; e para evitar dores, nas costas e nos pés, principalmente, uma almofada pode deixar tudo mais cômodo e ainda impedir os desagradáveis inchaços.

O mais difícil para as torcedoras de plantão talvez seja evitar o estresse e ansiedade na hora da comemoração dos gols. “O estresse afeta o bebê devido a um maior consumo de calorias pelo corpo materno que diminui o consumo da parte fetal. Outra consequência é envelhecimento precoce da placenta e diminuição do líquido amniótico. Em relação às mães, pode diminuir ainda mais sua imunidade devido a um consumo aumentado de energia, fazendo também com que a gestante tenha uma menor oxigenação do próprio sangue”, afirma Dr. Leite.

Uma coisa que é inevitável nesta época é não comer petiscos e lanches – fáceis de serem encontrados nas imediações dos estádios – e, uma das recomendações que as gestantes têm a seguir é uma alimentação balanceada e saudável, evitando sempre o excesso. A nutricionista do Santa Joana, Luciana Costa, explica que é importante se atentar a quantidade de vezes que a futura mamãe come por dia e também que esses alimentos sejam sempre saudáveis. “A recomendação é que as gestantes façam três grandes refeições por dia e mais três lanches entre essas refeições; esses lanches podem ser compostos por frutas, iogurtes, biscoitos sem recheio, barrinhas de cereais e frutas secas. O excesso de alimentos gordurosos pode predispor ao ganho de peso excessivo, por isso estes alimentos devem ser evitados”.

Além de prejudicar o peso, tanto da mamãe quanto do bebê, ao ingerir alimentos ricos em gordura é perigoso o desenvolvimento de doenças típicas deste momento, como a diabetes gestacional e a hipertensão.

Neste período, é preciso cuidar da alimentação, afinal, os petiscos e bebidas, como refrigerantes e álcool, fazem parte do cardápio da comemoração. Por isso, assim como durante toda a gestação, é preciso seguir uma dieta balanceada e saudável, evitando sempre o excesso. “Não existe quantidade segura recomendada de bebida alcoólica para as grávidas, pois qualquer quantidade pode ser prejudicial ao bebê, atravessando a barreira placentária. Os estudos não são conclusivos sobre a quantidade segura de ingestão de álcool, portanto, o consumo de bebida alcoólica é proibido durante a gestação”, afirma a nutricionista do Hospital e Maternidade Santa Joana.

Por isso, a melhor opção é levar para o estádio coisas para comer, como um lanche natural e/ou barrinha de cereais, e não se esquecer da água, afinal, hidratação é muito importante, então pode abusar da água e dos sucos naturais.

Durante a gestação, a mulher fica mais sensível e sua temperatura corporal pode subir ou baixar até meio grau, dando-lhe a impressão de que está mais quente ou mais frio do que a realidade, por isso, é importante dar atenção à temperatura do corpo não só por uma questão de bem estar materno e fetal, mas também para melhorar a hidratação, ou seja, diminuir a perda de volume do sangue materno. ‘’O calor, que pode ser causado pela aglomeração de pessoas, acarretará uma menor disposição para suportar o dia, menor pressão arterial e maior desidratação. Além disso, como todo o sistema cardiovascular está conectado à placenta, poderá ocasionar uma menor oxigenação fetal”, explica o obstetra.

Veja algumas dicas para a gestante que vai acompanhar os jogos de futebol nos estádios:

- Prepare-se com antecedência

- Assim que chegar no estádio, procure saber onde é o banheiro, pois, com certeza, você vai precisar muito dele

- Escolha roupas leves e confortáveis

- Não fique muito tempo em pé ou muito tempo sentada para evitar o inchaço

- Leve alimentos saudáveis para não ficar com fome e evite a tentação de comer salgadinhos ou outros alimentos gordurosos

- Cuidado com as comemorações, então, nada de pulos muito exagerados na hora dos gols para não se machucar

Compartilhar: