Grevistas protestam contra os gastos com a Copa do Mundo em Natal

Os servidores estão em greve desde o dia 15 de abril e até o momento a Prefeitura não atendeu as reivindicações da saúde e ainda ameaça com corte de ponto

56uy545y45y45yy

Nesta quinta-feira (22), Natal recebeu o evento “Tour da Taça”, no estacionamento do Norte Shopping. Assim como ocorreu em Belém (PA), o evento em Natal também teve protestos. Por volta das 11h, os servidores da saúde fizeram um ato relâmpago, denunciando os gastos com a Copa e exigindo mais investimentos na saúde pública.

Os servidores levaram faixas, cartazes e um carro de som e distribuíram panfletos para o público que entrava para ver a taça, alertando para os gastos com a Copa, como o estádio Arena das Dunas, que irá custar R$ 1,3 bilhão. O grupo de servidores ainda realizou uma passeata pelo estacionamento do shopping, com palavras de ordem como “Prefeito, escuta: Na Copa vai ter luta!” e “Da Copa eu abro mão, eu quero mais dinheiro pra saúde e educação”.

Os servidores estão em greve desde o dia 15 de abril e até o momento a Prefeitura não atendeu as reivindicações da saúde e ainda ameaça com corte de ponto. “O prefeito está gastando milhões com empréstimos, obras e com a decoração da cidade. Enquanto isso, o Orçamento da saúde é menor do que o do ano passado e falta até água nas unidades de Natal”, afirma Célia Dantas, do Sindsaúde.

Próximos atos

Nesta sexta, os servidores farão uma vigília durante todo o dia, na Secretaria Municipal de Saúde, aguardando a audiência com o secretário Cipriano Maia, marcada para às 15h.

No sábado (24), às 10h, os servidores farão uma panfletagem para os turistas em Ponta Negra, com panfletos em inglês, mostrando a realidade da saúde de Natal. E, no dia 16 de junho, data do jogo EUA X Gana, os servidores participarão do primeiro protesto em Natal, contra os gastos da Copa, junto com outros sindicatos e entidades.

Compartilhar: