“Grupo da morte” da Copa do Mundo 2014 tem Itália, Uruguai e Inglaterra

O grupo D, com Itália, Inglaterra e Uruguai, foi o considerado da morte na Copa do Mundo de 2014 em…

Uruguai e Itália disputaram o 3º lugar na Copa das Confederações. Foto:Divulgação
Uruguai e Itália disputaram o 3º lugar na Copa das Confederações. Foto:Divulgação

O grupo D, com Itália, Inglaterra e Uruguai, foi o considerado da morte na Copa do Mundo de 2014 em sorteio realizado nesta sexta-feira, na Costa do Sauipe, na Bahia. Além dos três campeões mundiais, a chave tem também a Costa Rica. Em contrapartida, a chave H foi considerada fraca, com Bélgica, Rússia, Argélia e Coreia do Sul.

Nas últimas três Copas do Mundo, foi a Argentina quem se deu mal com o sorteio ao cair em grupos da morte. Em 2002, no Japão e Coreia do Sul, caiu em uma chave com Inglaterra, Suécia e Nigéria e não passou da primeira fase (os dois primeiros avançam).

Em 2006, na Alemanha, pegou um grupo com Holanda, Sérvia e Montenegro e Costa do Marfim. Mas se classificou em primeiro lugar. Já no último Mundial, na África do Sul, foi a seleção brasileira quem deu azar e ficou no grupo considerado o mais forte. Apesar de ter a frágil Coreia do Norte, a chave tinha Portugal e Costa do Marfim.

Mas se o grupo D é o considerado mais forte, outras chaves prometem duelo de peso logo na primeira rodada do Mundial. O grupo B já começará com a reedição da final da Copa de 2010, entre Espanha e Holanda. Enquanto a chave G começa com o confronto entre Alemanha e Portugal.

O Brasil, cabeça de chave do grupo A, estreia contra a Croácia no dia 12 de junho, às 17h (horário de Brasília), no Itaquerão, em São Paulo. No dia 17, a seleção brasileira enfrenta o México, em Fortaleza. Seis dias depois, os comandados de Luiz Felipe Scolari encerram a participação na fase de grupos contra Camarões, em Brasília.

Compartilhar: