Grupo de Marina espanhola sinaliza interesse em investir na capital potiguar

A estrutura vista em Lanzarote é o modelo que o prefeito deseja ver implantada na Marina de Natal

23.04.14_-_Encontro_com_representantes_da_TUI_-_Ilhas_Can árias

O grupo Puerto Calero, controlador de quatro Marinas nas Ilhas Canárias, na Espanha, está com os olhos voltados para o litoral de Natal. O prefeito Carlos Eduardo, que cumpre agenda naquele país, convidou o presidente do grupo, Jose Calero Rodrigues, para conhecer a cidade e participar da licitação da futura Marina de Natal. Calero Rodrigues aceitou o convite e confirmou que virá em breve à capital potiguar.

Carlos Eduardo foi recebido pelo empresário, junto com o secretário-adjunto de Turismo de Natal, Murilo Felinto, e com o diretor da Casa do Brasil na Espanha, Cássio Romano. O grupo Puerto Calero Marinas tem hoje quatro Marinas em funcionamento nas Ilhas Canárias e vai inaugurar a quinta em Arrecifes, capital de Lanzarote, no próximo mês maio.

Durante a visita a uma dessas Marinas, o prefeito de Natal conheceu a estrutura composta de lojas de roupas, material náutico, bares, restaurantes e lojas de conveniência. Carlos Eduardo também teve acesso à área de atracação dos barcos. A Marina visitada pelo prefeito tem capacidade para receber 400 embarcações.

A estrutura vista em Lanzarote é o modelo que o prefeito deseja ver implantada na Marina de Natal. Desde sua gestão anterior, ele trabalha no sentido de dotar a cidade de uma Marina, por estar convicto do potencial do equipamento para alavancar o Turismo e, por consequência, a economia da cidade. “Estudos indicam que o turista náutico costuma gastar U$ 600,00 dólares diariamente, movimentando toda a cadeia produtiva do Município. Natal tem potencial para atrair esses investimentos e a Prefeitura está agindo para conquistar a Marina para nossa capital”, afirma o prefeito.

Voo charter

Em outra frente com o propósito de expandir o alcance turístico de Natal, Carlos Eduardo esteve com a diretora da agência Tui Espanha, Carmem Batista. O objetivo foi propor a implantação de um voo charter ligando as Ilhas Canárias a Natal. A ideia é oferecer através dessa linha aérea um pacote de sete dias na capital potiguar.

A Tui é a maior operadora turística do mundo, sendo responsável por mais de 30% do fluxo de turistas para as Ilhas Canárias, que hoje recebem aproximadamente 12 milhões de turistas anualmente. Os visitantes das Canárias são procedentes principalmente de países da Europa, como Inglaterra, França, Alemanha, Rússia e países Nórdicos. O tempo médio de permanência deles é de 15 dias e, com o produto que está sendo proposto, haveria uma conjugação com Natal para que esses turistas passassem sete dias na Cidade do Sol.

Carlos Eduardo saiu otimista do encontro com a diretora da agência. Ela mostrou interesse em ampliar para Natal sua oferta turística. A Tui possui dois escritórios no Brasil, um no Rio de Janeiro e outro em São Paulo. A proposta formulada por Carlos Eduardo será avaliada por um dos escritórios brasileiros, indicou Carmem Batista. O secretário-adjunto Murilo Felinto e o diretor Cássio Romano também acompanharam o prefeito na audiência com a representante da Tui.

 

Compartilhar: