Guarda-costas rouba joias da patroa avaliadas em R$ 40 mi e troca por falsas

Fatimah Lim pegava as joias e as trocava por réplicas sem valor, abusando da confiança da patroa

Mariam Aziz é ex-mulher de Sultão e acusa sua ex-funcionária de ter roubado joias valiosas de milhões de reais. Foto:Divulgação
Mariam Aziz é ex-mulher de Sultão e acusa sua ex-funcionária de ter roubado joias valiosas de milhões de reais. Foto:Divulgação

Uma guarda-costas roubou diamantes raros que valiam cerca de R$ 40 milhões da ex-mulher de um dos homens mais ricos do mundo, o sultão de Brunei, repondo-as por réplicas sem valor, de acordo com a corte local.

Segundo o jornal Daily Mail, Fatimah Lim, 35 anos, é acusada de roubar dois diamantes grandes da casa de Mariam Aziz, ex-mulher do sultão da Nação de Brunei.

A guarda-costas teria roubado um diamante azul de 12,71 quilates, no valor de R$ 25 milhões – e um diamante amarelo retangular de 27,1 quilates que vale mais de R$ 2 milhões. Ela teria trocado as joias supervaliosas por réplicas que valem menos de R$ 600. Além dos diamantes, Fatimah Lim é acusada de ter pegado outras peças preciosas da casa de Mariam Aziz, em Kensington, Oeste de Londres.

Segundo a acusação, Fatimah teria violado a confiança de sua patroa, já que abusava da amizade que tinha com a filha adotiva de Mariam. A guarda-costas teria pedido as valiosas joias emprestadas à família para dar como garantia em um negócio imobiliário, mas afirmou que logo devolveria.  Com as joias em mãos, ela fizera réplicas em joalheria de Londres – inventando um nome fictício e uma história que convencera o joalheiro.

Certa vez, Fatimah foi encarregada de cuidar de um bracelete de R$ 15 milhões. Semanas depois, Mariam queria usar a joia, mas não foi encontrada. Ao ser questionada pela patroa, ela negou ter pegado a joia e as suspeitas caíram em outra empregada. Mas, a suspeita contou à Corte que Lim a procurou no dia da acusação dizendo que conhecia alguém que poderia fazer réplicas de joias, o que poderia livrá-la da suspeita.

A ex-mulher do Sultão só descobriu os roubos quando levou seus diamantes para ser avaliados. Fatimah Lim era considerada por Mariam Aziz como uma de suas empregadas mais confiáveis. O julgamento da guarda-costas continua. Lim nega as acusações.

Fonte:Terra

Compartilhar: