Guarda Vidas do Bombeiros realizam salvamento coletivo na praia do Meio

Outro salvamento aquático ocorrido neste domingo (16) teve como vítima uma criança de apenas dois anos de idade (J.V.V). Morador da zona norte de Natal, a criança saiu de casa pela manhã, após distração de familiares, e se afogou no Rio Doce, que se encontra bastante cheio em função das últimas chuvas

O salvamento na praia dos Artistas, neste domingo, se destacou tanto pela habilidade individual quanto coletiva dos integrantes da guarnição. Foto:Divulgação
O salvamento na praia dos Artistas, neste domingo, se destacou tanto pela habilidade individual quanto coletiva dos integrantes da guarnição. Foto:Divulgação

Os guarda vidas do Corpo de Bombeiros Militar (CBMRN) realizaram neste domingo (16) quatro salvamentos em Natal. O mais arriscado ocorreu no começo da tarde, por volta das 12:20h, na praia dos Artistas. Dois adolescentes, Ana Beatriz Dantas (16 anos) e Ionara Dayane (17 anos) e um adulto, Silvano Vicente (21 anos), foram levados pela correnteza para após os arrecifes (pedras). Mesmo diante da limitação de profissionais para salvaguardar o litoral e com as adversidades provocadas pela alta maré registrada no horário, os quatro bombeiros que se encontravam no posto da praia do Meio conseguiram resgatar com vida todo o grupo. Após a retirada das vítimas do mar, uma das adolescentes, a jovem Ana Beatriz Dantas, ainda foi atendida na praia pela guarnição do Serviço de Atendimento Pré Hospitalar (Saphu) do CBMRN e, em seguida, levada em uma ambulância da corporação ao Hospital dos Pescadores, nas Rocas.

Para o capitão Elton Queiroz, coordenador de operações do dia, o salvamento na praia dos Artistas, neste domingo, se destacou tanto pela habilidade individual quanto coletiva dos integrantes da guarnição. “Este salvamento contrariou os protocolos de salvamento aquático adotados mundialmente, onde uma vítima deve ser salva por pelo menos dois guarda vidas. Neste caso, nos tínhamos quatro homens no posto da praia do Meio, sendo que um deles permaneceu na base para acionar o apoio. Diante disso, nos ficamos com apenas três guarda vidas disponíveis para salvar três vítimas e, mesmo assim, conseguimos salvar todos com vida. Destaco o profissionalismo e a capacidade técnica destes guarda vidas que evitaram três afogamentos e, assim, deram mais uma oportunidade de vida para cada uma destas vítimas”, disse emocionado o capitão.

A guarnição de guarda vidas da praia do Meio deste domingo estava formada pelo Sargento Lenildo e os soldados Carvalho, J. Carlos e Jurângelo. Os soldados Stênio, Igor e Silveira deram apoio prestando o atendimento pré-hospitalar.

Para o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Elizeu Lisboa Dantas, a experiência dos militares da Seção de Salvamento Aquático da corporação vem fazendo a diferença no litoral potiguar. Os guarda vidas da corporação realizam centenas de salvamentos todos os anos. Segundo ele, muitas destas ocorrências não são divulgadas e ficam no anonimato popular, porém são inesquecíveis para quem teve a chance de ser salvo pelos bombeiros.

“Essa ocorrência reforça a importância de termos um Corpo de Bombeiros tecnicamente preparado e motivado para servir a sociedade. Confesso que fiquei emocionado com os detalhes deste salvamento. Pessoalmente, solicitarei um elogio a guarnição e levarei o caso ao novo secretário estadual da Segurança Pública e da Defesa Social para que tome conhecimento do comprometimento de nossa tropa”, destacou o Coronel Elizeu Lisboa Dantas.

Após 20 minutos submersa criança é salva pelo Guarda Vidas 

Outro salvamento aquático ocorrido neste domingo (16) teve como vítima uma criança de apenas dois anos de idade (J.V.V). Morador da zona norte de Natal, a criança saiu de casa pela manhã, após distração de familiares, e se afogou no Rio Doce, que se encontra bastante cheio em função das últimas chuvas.

“Localizado a poucos metros de sua casa, a criança não teve dificuldades de se aproximar do Rio, sendo visto por outros moradores no instante do afogamento. A mãe não se deu conta da saída da criança de casa. Neste minuto de distração é onde surge os acidentes”, disse o Capitão Elton Queiroz.

Os guarda vidas da praia da Redinha foram acionados e rapidamente chegaram ao local. A criança foi retirada do Rio por um popular e, imediatamente, passou a receber os primeiros atendimentos dos bombeiros. Uma equipe de Suporte Avançado (USA) do Serviço Móvel de Urgência – Samu 192, prestou apoio aos militares do CBMRN. Devido à gravidade do caso, a criança foi levada ao Hospital Clóvis Sarinho, onde permanece entubada e em observação por médicos.

“Testemunhas informaram que a criança permaneceu cerca de 20 minutos submersa no Rio Doce. Os primeiros atendimentos prestados pelos guarda vidas foram fundamentais para retomar os sinais vitais da criança. Estamos torcendo pela sua sobrevivência!”, disse o capitão.

Participaram deste salvamento o Cabo Wellington e os soldados Vilela, Richardson e Alessandro.

Compartilhar:
    Publicidade