Henrique Alves diz que não possível governar bem sem apoio do Legislativo‏

Henrique Alves ressaltou que os vereadores deveriam ser os políticos mais respeitados por sua proximidade com o eleitor e por sua simplicidade

Em seu discurso, Henrique Alves fez uma avaliação do momento enfrentado pela classe política. Foto:Washington Rodrigues
Em seu discurso, Henrique Alves fez uma avaliação do momento enfrentado pela classe política. Foto:Washington Rodrigues

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, afirmou que não é possível governar bem sem o apoio do Legislativo e condenou comportamentos discriminatórios contra vereadores. A afirmação foi feita na segunda-feira (17), em Natal, durante o 1º Encontro Estadual do Solidariedade. Estavam presentes os presidentes nacional e estadual do partido, deputados Paulo Pereira da Silva e Kelps Lima. Henrique Alves ressaltou que os vereadores deveriam ser os políticos mais respeitados por sua proximidade com o eleitor e por sua simplicidade.

Em seu discurso, Henrique Alves fez uma avaliação do momento enfrentado pela classe política. Apesar de admitir erros em algumas situações, ele considera que os políticos são injustiçados e têm pouco reconhecimento por seu trabalho. “E se há uma categoria, entre os políticos, que é mais sacrificada, mais injustiçada e contra a qual há mais preconceitos é a de vereador”.

Para Henrique, esse comportamento contra os vereadores é “um vício, uma distorção”. Ele lembra que, nos momentos de dificuldade, de emergência, é ao vereador que o cidadão recorre em primeiro lugar. “A primeira porta em que ele bate – de manhã, de noite, de madrugada –  é a porta do seu vereador”.

Por isso , segundo ele,  a categoria que deveria ser a mais respeitada é a de vereador. “E os executivos não se esqueçam: não se consegue governar sem o apoio do Legislativo. Prefeito que quiser ser um bom prefeito, respeite o vereador, respeite a Câmara Municipal, porque sem isso, não se consegue fazer uma boa administração, uma administração democrática”.

 

Compartilhar:
    Publicidade