Henrique Alves é citado por deputado em esquema de corrupção na Petrobras

Pré-candidato ao Governo do RN é apontado pela revista Veja como um dos supostos beneficiados pelo esquema

8ol897oo78o

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar contratos da Petrobras, aprovada no Senado, talvez não venha a ser do interesse do atual presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB). O potiguar está sendo apontado pela revista Veja, que está nas bancas, como suposto beneficiário de recebimento de propina por meio de esquema de corrupção envolvendo contratos da Petrobras.

No rastro da compra escandalosa da refinaria de Pasadena, no Texas, EUA, sinônimo de prejuízo de 1 bilhão de dólares para o Brasil, as notícias sobre corrupção na Petrobras se alastram a uma velocidade surpreendente. Na semana passada, o Senado aprovou a realização de uma CPI. Nesta semana, a Câmara definirá se também aprova a CPI, gerando, em caso afirmativo, uma CPMI – Comissão Parlamentar Mista de Investigação – para investigar todos os rumores. O cerco à Petrobras está sendo feito em vários segmentos de fiscalização. Além da CPI, órgãos de controle como o Tribunal de Contas da União (TCU) também se debruçam sobre o caso. Auditores do TCU apuram indícios de aumento artificial do preço da refinaria da Pasadena.

Em meio às denúncias, surge o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves. Ele é apontado pelo ex-ministro das Cidades do governo Dilma Rousseff, deputado federal Mario Negromonte (PP-BA), como tendo ascendência política sobre o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, preso pela Polícia Federal por suspeita de lavagem de dinheiro. A PF investiga se ele receberia propina para repassá-la a um consórcio de partidos, liderados pelo PMDB.

Segundo a revista, Paulo Roberto Costa foi indicado para a Diretoria de Abastecimento da Petrobras pelo PP, mas “passou a prestar serviços para senadores peemedebistas e deputados do PT”. “Essa turma tentou mantê-lo no cargo, mas foi derrotado por Graça Foster, que chegou a dizer, em reservado, que ele se ‘locupletava’ no cargo”, afirma a revista.

Paulo Roberto Costa é apontado como epicentro de um esquema gigantesco de corrupção, cujas propinas variavam à casa de bilhões de reais. Além de participar da compra de Pasadena, o ex-diretor da Petrobras foi protagonista do projeto de construção da refinaria de Abreu e Lima, cujo orçamento saltou de R$ 2,5 bilhões para R$ 20 bilhões com a saída da venezuelana PDVSA. A saída da petrolífera estrangeira do negócio gerou a suspeita de superfaturamento e a entrada da Polícia Federal em ação, que passou a investigar o caso.

As suspeitas são de que centenas de milhões de reais da Petrobras tenham sido desviados dos cofres da maior empresa nacional, fato que tem gerado a abertura de outros inquéritos pela PF. Outro negócio da Petrobras que está sob a mira da PF são as negociações da refinaria de San Lourenzo, na Argentina. A Petrobras vendeu a planta por 110 milhões de dólares.

Segundo denúncia do lobista e ex-dirigente da estadual João Augusto Henriques, ligado ao PMDB, do total de R$ 110 milhões da transação, R$ 10 milhões iriam para os intermediários sob a forma de propina, que repassariam, ao menor, R$ 5 milhões a deputados do partido. É nesse contexto que surge o doleiro Alberto Youssef. Ele é suspeito de atuar como operador financeiro e registrou na planilha uma comissão de R$ 7,9 milhões que segundo a PF teria sido paga pela empreiteira Camargo Correia, que é uma das responsáveis pela construção da refinaria Abreu e Lima.

Toda essa história provoca calafrios em políticos graúdos. Até o fechamento desta edição, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, não havia se manifestado sobre a citação ao seu nome.

iu4iu4ii

ENTREVISTA

Ex-ministro das Cidades no governo Dilma, o deputado Mário Negromonte (PP-BA) conta que o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, preso pela PF, era um homem acima de qualquer suspeita. Cordial, ele frequentava, em Brasília, a casa de líderes do PP, o partido responsável por sua indicação. Atencioso, ouvia relatos dos “problemas” de a alguns parlamentares. Prestativo, estava sempre “disponível”. Essa combinação de virtudes fazia do ex-diretor uma figura especial, cortejada…

Veja – Como era a relação de Paulo Roberto com o PP?

MN – Quem indicou o Paulo Roberto, na época, foi (José) Janene (ex-líder do PP, moto em 2010). Mas o Paulo Roberto tinha um relacionamento muito bom no Congresso com todos os partidos, PMDB, PT, PP…

De onde veio essa relação?

Ele comandava uma diretoria muito importante. Havia muitos interesses. Todo mundo tinha um problema.

Problema?

Por exemplo: havia um deputado que tinha posto de gasolina. Outro tinha uma usina de álcool. Então, a gente tinha contato direto com a Petrobras para falar.

Mas agora ele está preso…

Isso foi uma surpresa muito desagradável para a gente. Ninguém esperava um negócio desse.

Quem era o principal interlocutor de Paulo Roberto?

Quem tinha contato direto com ele era o presidente Lula. É isso que a gente sabe.

Onde eram os encontros com o ex-diretor?

Aqui em Brasília. Eu só estive na Petrobras, uma vez. Houve encontros na casa dos deputados José Janene (PR), João Pizzolatti (SC), e Luiz Fernando (MG). Acho que Paulo ROoberto pode ter ido à minha casa. Não sou muito de fazer festa.

O que se discutia nessas reuniões?

Era um bate-papo, para mostrar prestígio, que a gente tinha um diretor. Não era nada especifico. Ele também frequentava a casa de outros deputados, do PMDB, do PT.

Qual partido tinha mais ascendências sobre ele?

Teve briga com o PMDB, que se dizia padrinho dele. A briga era com o Renan (Calheiros), Eduardo Cunha, Henrique Eduardo Alves.

Disputavam o apadrinhamento?

Por causa do poder.

 

Compartilhar:
    • Sebastian

      Podridão. Todos os envolvidos, procurados as provas e verdades, deveriam ir para a cadeia. Só Deus salva os políticos brasileiros, que são poucos.

    • Francinete Amorim

      Legal né!! Henrique, João Maia, Agaciel Maia, Wilma, TODOS CORRUPTOSSSS. Só citei estes, mas sabemos que 99,9999999% dos POLÍTICOS PERTENCEM A GANG DE LARÁPIOS!! E vejam bem, além deLLes, também colocam filhos (outro crime grande… este SEM PERDÃO!! INCENTIVAR OS FILHOS A ROUBAREM BENS PÚBLICOS!! TERRÍVEL!!) SIM, e o restante dos parentes… e ‘aderentes’!

    • luiz

      é isso mesmo esse tal de Henrique dando uma de coitadinho…………………!É ESCANDALOS POR CIMA DE ESCANDALOS AINDA FICA DIZENDO Q VAI TIRAR O RN DA SITUAÇAO Q SE ENCONTRA. QUER BOTAR PAPINHA NA BOCA DO POVO É.

    • Christina Tourinho

      ATÉ QUANDO A INÉRCIA IRÁ DETERMINAR OS RUMOS DO PAÍS? NÃO ME IMPORTA QUEM (QUAL O PARTIDO) É MAIS CORRUPTO QUE O OUTRO, MAS EM VERDADE, A MISÉRIA VICEJA PELO BRASIL COMO LAMA. JAMAIS IMAGINEI QUE VOCÊS, DITOS REPRESENTANTES DO POVO, PUDESSEM ANUIR EM TANTA FALCATRUA… DEIXAR O NOSSO POVO NA MISÉRIA TOTAL E ALGUNS, COMO O EX PRESIDENTE, COMPRAR UMA FAZENDA DE MIL ACRES. E O POVO QUE NELE ACREDITOU, QUE NELE VOTOU, QUE NA DILMA REPASSOU O VOTO DE CONFIANÇA? QUERO É RESULTADOS… OS ENCAMINHAMENTOS FINAIS… ESPERO QUE VOCÊS NOS DEIXEM A PAR. NÃO CREIO QUE CADEIA SEJA PARA ELES, ELES DEVEM SERVIR AO PAÍS DE FORMA A DEVOLVER CADA CENTAVO ILÍCITO QUE RECEBERAM.