Robinson fará apresentação da história e Henrique Alves vai mostrar aliados

Marqueteiros dos dois principais candidatos ao Governo, sinalizam perfil da proganda eleitoral

Robinson vai começar programas no rádio e na TV fazendo apresentação de seus pensamentos. Foto: Divulgação
Robinson vai começar programas no rádio e na TV fazendo apresentação de seus pensamentos. Foto: Divulgação

Alex Viana

Repórter de Política

 

O publicitário Adriano de Sousa, responsável pelo marketing da campanha do candidato do PMDB ao governo do Estado, Henrique Eduardo Alves (PMDB), não acredita que o atual presidente da Câmara dos Deputados será alvo de “ataque a qualquer preço” na presente campanha eleitoral. “Não imagino que nenhum candidato vá fazer do “ataque a qualquer preço” uma estratégia de campanha. Talvez o enfado do eleitor com a política feita nesse nível desaconselhe a tentação”, acredita.

Em entrevista ao Jornal de Hoje, Adriano abordou como será o programa de Henrique nesses momentos iniciais de campanha. A partir de amanhã, terá início a propaganda eleitoral no rádio e na TV, momento mais aguardado da campanha no Rio Grande do Norte até agora, por poder representar melhor apresentação dos candidatos e possíveis contrapontos entre os que disputam um mesmo cargo, sobretudo governador e senador da República.

“O perfil do primeiro programa é o de toda a campanha: perfil propositivo. O tom do programa também é o da campanha como um todo: político. Eventuais críticas ficarão dentro desse limite. É o que o eleitor espera”, afirma Adriano. “Aliados e apoios serão mostrados durante toda a campanha, que tem a união como tema e como força política, mas sem pré-definição de onde ou quando”, frisou.

Na visão de Adriano de Sousa, a primeira obrigação dos programas de TV e rádio é ser bons programas de rádio e TV. “Até a comunicação política depende desse cuidado com a forma”, diz ele, destacando que a sintonia política permeia toda a campanha majoritária da coligação “União pela Mudança”, que apresenta ainda como candidata majoritária ao Senado, a atual vice-prefeita de Natal e ex-governadora Wilma de Faria. “Mas cada candidato e cada cenário tem características específicas, que vão se refletir no discurso geral e na estratégia de comunicação das candidaturas”, destaca.

ROBINSON

Marqueteiro do candidato a governador Robinson Faria (PSD) nessas eleições, o publicitário João Maria Medeiros afirma que a campanha do candidato no rádio e na TV será propositiva, mostrando e debatendo as grandes demandas e as soluções críveis propostas. “O primeiro apresentará o candidato, sua história, seu pensamento sobre o RN e suas propostas”, diz.

Segundo João Maria Medeiros, s programas serão executados respeitando-se as linguagens de cada meio (rádio e TV) e usando-se o que esses meios permitem usar. “As campanhas ao governo e ao Senado estão em sintonia”, diz, se referindo ao fato de que a coligação “Liderados do Povo”, à qual Robinson pertence, conta ainda com a candidatura do Senado da deputada federal Fátima Bezerra (PT). “A campanha é unificada e está sendo conduzida de acordo com os anseios dos potiguares”.

Compartilhar:
    Publicidade