Henrique candidato?

Caso se confirme a tese mais nova das especulações políticas do verão potiguar, e o deputado federal Henrique Eduardo Alves…

Caso se confirme a tese mais nova das especulações políticas do verão potiguar, e o deputado federal Henrique Eduardo Alves se coloque como candidato a sucessão da governadora Rosalba Ciarlini, o cenário eleitoral do Rio Grande do Norte mudará por completo.

Ora, uma coisa é um ex-senador sendo candidato após sete anos afastado da vida pública, e outra é entrar no jogo defendendo o nome do atual presidente da Câmara dos Deputados. Certamente, serão poucos os partidos que aceitarão enfrentar o segundo homem na linha de sucessão presidencial.

Sendo o cabeça da chapa, Henrique ganha força mais do que suficiente para exigir o apoio do PT da presidente Dilma Rousseff, mesmo preferindo e impondo o nome da ex-governadora Wilma de Faria para compor como candidata ao Senado. Ora, como os petistas explicariam a imprensa nacional não apoiar o peemedebista?

Uma coisa é o PMDB lançar o nome de Fernando Bezerra e preterir o apoio do PT ao do PSB. Outra, é entrar no jogo com um líder nacional do partido e este preferir ter ao lado o poder wilmista no lugar do ainda fraco partido do Planalto em terras potiguares. Os companheiros terão que engolir.

Com Henrique, há ainda outra mudança importante no tabuleiro. Se, ainda sem oficializar um candidato, o PMDB já começa a acumular declarações de apoio de diversos aliados, imagine quando o presidente estadual da legenda se colocar no centro das atenções. Será anúncio de adesão quase todo dia.

Implica também, diretamente, na total desmobilização de uma possível candidatura de Rosalba Ciarlini ao segundo mandato. Por uma explicação um tanto quanto simples. Pelo mesmo motivo que atrairá automaticamente o PT, Henrique também deixará a Democrata quase se apoios. Idem para Robinson Faria.

Por essas e outras é que muitos especialistas apontam esta como a maior oportunidade da carreira política de Henrique Alves, pelo menos em se tratando de uma disputa majoritária. Esta pode ser, talvez, a chance do eterno deputado finalmente realizar o sonho do seu pai, o saudoso ex-governador Aluizio Alves.

 

FECHAMENTO POSITIVO
Como o esperado, a inauguração da Arena das Dunas e a imponência do novo estádio, de fazer inveja a muitos localizados na Europa, abafaram qualquer chance de repercussão maior dos protestos contra os gastos com a Copa do Mundo. Ponto positivo para a governadora Rosalba Ciarlini, que soube marcar seu nome ao lado do projeto após muito trabalho de um marketing competente.

PRESENÇA E AUSÊNCIA
Entre os detalhes que chamaram a atenção durante o evento, destaque para a presença do vice-governador Robinson Faria, de volta a uma solenidade do governo do Estado depois de muito tempo. A ausência sentida foi da vice-prefeita Wilma de Faria, uma das maiores responsáveis pela inclusão de Natal no evento e pela escolha do projeto arquitetônico da Arena.

“ENCANTADA”
Em entrevista a imprensa, Dilma Rousseff fez o favor de vender a imagem de Natal positivamente para todo o país, ao considerar o estádio tão belo quanto a capital potiguar. Depois, se descobriu que o autor da frase dita pela presidente foi o vereador Hugo Manso, que havia cumprimentado a gestora minutos antes na tribuna da Arena.

É SEMPRE BOM LEMBRAR
Já Rosalba Ciarlini, em entrevista a imprensa, tratou, mais uma vez, de relembrar aos presentes que iniciou a obra do estádio com a Fifa disposta a excluir Natal dos jogos. A primeira licitação deu deserta, nenhuma empresa se interessou em construir o estádio. Apenas quando a Rosa assumiu o poder, por meio do baiano Benito Gama, foi possível atrair a construtora OAS, sediada na Bahia e também responsável pela reforma da Fonte Nova.

PAPAGAIOS DE PIRATA
Outro detalhe que chamou a atenção dos presentes na nova Arena, foi a tentativa de alguns nomes da política potiguar em se aproximar a todo custo da presidente Dilma Rousseff. Alguns tentavam até tirar a petista do lado da governadora Rosalba Ciarlini, o que era impossível em um evento como aquele. De deputado federal a vereador, passando por estaduais, muitos tentaram aparecer demais.

E O RESTO?
A questão agora fica em torno de qual será o próximo passo da governadora Rosalba Ciarlini. São muitas as promessas para esse último ano de gestão e, apesar do sucesso com a Arena das Dunas, o povo não aceitará apenas o investimento milionário na Copa do Mundo. Os problemas com a saúde, educação e segurança são cada vez maiores e mais problemáticos.

CRISE
O SBT voltou a bater forte no caótico sistema de segurança pública do Rio Grande do Norte. Após mostrar o uso de veículos da Polícia para serviços particulares de delegado, ontem o SBT Brasil expôs a triste realidade dos agentes do Estado, que sequer possuem munições e armas suficientes para enfrentar a bandidagem. Situação totalmente lamentável. E parece que hoje tem mais, dessa vez em cima do ITEP.

CARROS DEMAIS
A população natalense não aguenta mais o transtorno diário que é o trânsito da cidade. As obras de mobilidade nas vias são esperadas com ansiedade, já que as intervenções pioraram bastante o problema. Esta semana, com o reinício das aulas de muitos estudantes, parece que tudo ficou ainda pior. Será preciso paciência.

GIRA MUNDO

Em entrevista ao jornalista-bloqueiro Josias de Souza, que tem blog hospedado no portal Uol, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que, se tivesse 15 anos a menos, tentaria sim, mais uma vez, assumir o controle do país na disputa eleitoral de 2014. FHC diz que o povo já sente necessidade por uma mudança nos rumos da administração federal e que há uma “fadiga de material” na gestão petista. O ex-presidente afirma ainda que, seja Aécio Neves ou Eduardo Campos, um novo nome terá condições de “arejar” o país.

Compartilhar:
    Publicidade