Henrique detona Rosalba, poupa Dilma e vai às lágrimas no discurso de anúncio da chapa

Filho de Aluízio Alves condiciona candidatura ao Governo ao apoio de Wilma

5U45UU3U3

Joaquim Pinheiro

Repórter de Política

Foto: Marlio Forte

O deputado Henrique Eduardo, no seu discurso, durante o anúncio da chapa na noite desta última sexta-feira afirmou que esperou esse momento durante 44 anos, e que se constitui no mais importante da sua vida pública. Disse também, que não quer chegar ao governo falsiando, mas merecendo o respeito de todos os norte-rio-grandenses. E disse mais: “só realizo esse sonho porque tenho o apoio da nossa senadora”. O pré-candidato do PMDB também fez referências elogiosas ao deputado João Maia, seu companheiro de chapa. “Preciso da competência de João para fazer a virada do Rio Grande do Norte”. Referindo-se a Rosalba Ciarlini, disse que não fará críticas à pessoa da governadora, mas disse entender que o governo dela não foi bem.

Afirmou ainda o deputado do PMDB, pré-candidato do seu partido ao Governo do Estado, que pretende resgatar a credibilidade da classe política e que no decorrer da sua vida pública, melhorou, errou, corrigiu e se aperfeiçoou, entendendo que está preparado para governar o Rio Grande do Norte. Durante a sua fala, Henrique Eduardo reiterou seu apoio à presidenta Dilma Rousseff, lembrando, inclusive, que assumiu duas vezes a presidência da República por generosidade da presidenta. Henrique Eduardo disse que vai cumprir uma agenda de candidato a governador partir de agora e está pronto para ouvir sugestões para mudar o Rio Grande do Norte. E concluiu com uma frase do seu pai, ex-governador Aluízio Alves: “vim para ficar, vim para lutar, vim para vencer”.

Calor e falta de irritaram presentes ao evento

Integrantes da aliança PMDB/PSB/PR, que disputará o Governo do Estado nas eleições deste ano lotaram o auditório do Hotel Praiamar na noite desta última sexta-feira para aclamar a chapa que terá como candidato a governador o deputado Henrique Eduardo com João Maia para vice e Wilma de Faria disputando o Senado. Os trabalhos foram presididos pelo presidente de honra do PMDB, ex-governador Geraldo Melo num ambiente pequeno, calorento e desconfortável pelo grande número de pessoas que compareceram ao evento. Houve ameaça de tumulto e falta de energia em várias oportunidades. Emocionado durante o seu discurso, Henrique Eduardo passou mal e foi imediatamente socorrido. O forte calor e a falta de espaço provocou manifestações de insatisfação entre os presentes com o local escolhido para o evento. Várias lideranças políticas falaram na ocasião entre elas, o senador Garibaldi Filho, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo e os pré-candidatos, Henrique Eduardo, João Maia e Wilma de Faria.

Políticos dos diversos partidos presentes ao anúncio da chapa majoritária do PMDB que disputará o Governo do Estado nas eleições deste ano concederam falaram com a reportagem d ´O JORNAL DE HOJE externando a importância da chapa para o Rio Grande do Norte. Fernando Bezerra: “É a esperança que o Estado mude. Henrique Eduardo é experiente, competente, inteligente, generoso. Tem tudo para ser um grande governador. Estou aposentado e vou ajudar Henrique no que puder. Acho que essa chapa vai vencer a eleição pela estrutura dos partidos e pelo reconhecimento do povo do Rio Grande do Norte. Ricardo Motta: Essa chapa representa um mutirão em defesa do Estado. Os candidatos estão prontos para colocar o Rio Grande do Norte no caminho do desenvolvimento.

Deputado Ezequiel Ferreira: “Essa chapa representa o amadurecimento político do Rio Grande do Norte onde a maioria dos seus partidos deixam as diferenças partidárias e se unem no objetivo maior de resgatar e trazer novas esperanças de desenvolvimento e perspectivas de futuro para o Estado. É uma chapa forte, como forte é o povo do Rio Grande do Norte. Franklin Capistrano: “Representa um momento novo em busca do desenvolvimento e de políticas públicas centradas nas necessidades essenciais da população com mais saúde, educação, segurança pública, agricultura e políticas voltadas para a infraestrutura urbana. Walter Alves: “Acredito que Henrique Eduardo é hoje o político em melhores condições de colocar o Estado no caminho do desenvolvimento. O Estado não tem capacidade de investimento e precisa de alguém que tenha a coragem e a obstinação de enfrentar as dificuldades. E também, que tenha caminho livre junto ao Governo Federal para conseguir os recursos que o Rio Grande do Norte precisa.

Prefeito Chico Araújo: “é uma chapa altamente qualificada e a esperança de que o Rio Grande do Norte vai melhorar. Henrique Eduardo, João Maia e Wilma de Faria são políticos que têm experiência e competência para realizar um bom trabalho em benefício do Estado. Henrique vive um bom momento e pode ajudar a tirar o Estado dessas dificuldades em que se encontra”.

João Maia diz que chapa representa “humildade, união e determinação”

O deputado João Maia, do PR, indicado para compor a chapa com o PMDB e o PSB, entende que a aliança em formação que certamente será homologada em convenção no próximo mês de junho, representa “união, humildade e determinação para realizar o que o Rio Grande do Norte precisa”. Segundo o parlamentar, que tem forte atuação política na Região do Seridó, “é preciso ter um bom projeto político/administrativo para o Estado e a determinação para implementá-lo”. Sandra Rosado, deputada federal do PSB, diz que a chapa anunciada nesta sexta-feira “representa a união e a demonstração de superação das divergências para soerguer o Rio Grande do Norte”, enquanto o presidente do PPS, ex-deputado Wober Júnior, diz que o Rio Grande do Norte para por um momento de dificuldade e a chapa anunciada junta experiência, eficiência e liderança política. “Henrique Eduardo e Wilma de Faria significam a renovação da esperança”.

Compartilhar:
    • Sebastian

      Durma-se com um barulho desses! Os mesmos nos lugares errados. Oh! povo sofrido

    • jose ferreira de resende

      Vamos BRASIL, nosso voto tem que ser nulo. Não temos opção. Todos que estão ai,á conhecemos. São caras de pau. Dizer que João Maia é humilde é brincadeira. Como disse o Dep. Lucena: será um desastre.

    Publicidade