Henrique Alves levará nome de Fernando Bezerra às bases

Uma fonte do PMDB avalia ser muito difícil uma candidatura do ex-senador Fernando Bezerra ao Governo do Estado

Presidente do PMDB no RN, Henrique Alves, deverá ouvir as bases antes de definir o nome de Fernando Bezerra como candidato. Foto: Divulgação
Presidente do PMDB no RN, Henrique Alves, deverá ouvir as bases antes de definir o nome de Fernando Bezerra como candidato. Foto: Divulgação

Joaquim Pinheiro
Repórter de Política

O deputado Henrique Eduardo, líder do PMDB nacional e atual presidente da Câmara Federal vai levar o nome do empresário Fernando Bezerra para avaliação das bases partidárias no interior do Estado.

Segundo o presidente do Diretório do PMDB de Caicó, vereador Raimundo Inácio, popularmente conhecido como Lobão, é uma decisão democrática e correta para que os líderes peemedebistas constate o grau de aprovação do partido com relação ao nome do ex-senador e ex-ministro da Integração Nacional, atualmente o integrante do PMDB mais cotado para disputar o Governo do Estado nas eleições deste ano.

Uma das principais lideranças político-partidária da legenda, o presidente do PMDB de Caicoense, vereador Raimundo Inácio, popularmente conhecido por Lobão, ao ser questionado sobre a possibilidade do partido apresentar Fernando Bezerra como candidato a governador, preferiu não opinar no momento com relação ao assunto. “Vou me reunir com Henrique Eduardo e Garibaldi Filho na próxima semana em Natal e posteriormente falarei sobre esse tema”, desconversou o peemedebista.

Uma fonte do PMDB, mostrando-se reticente sobre uma possível candidatura de Fernando Bezerra relata o seguinte: “Fernando Bezerra, atualmente tem uma vida cuidadosamente regrada em razão do diabetes que contraiu há alguns anos. Acorda de manhã, toma café, faz ginástica, frequenta a empresa para algumas recomendações e retorna para o almoço cuidadosamente preparado obedecendo uma dieta rigorosa. À tarde reúne-se com amigos para um carteado, janta e dorme cedo. Se assumir a candidatura de governador mudará radicalmente sua rotina, podendo inclusive comprometer sua saúde, já que terá de acordar cedo, dormir tarde, viajar na poeira, comer pirão, farofa, bode, buchada, panelada, galinha caipira e vários outros ingredientes da culinária nordestina, além de cumprir agenda de visitas e reuniões enfadonhas e não raro sem hora para terminar. Portanto, avalia a fonte que será um sacrifício que o ex- senador terá que avaliar. A mesma fonte informou que se depender da esposa, Candinha Bezerra, Fernando Bezerra não será candidato a governador.

CONSOLIDAÇÃO OU ARQUIVAMENTO

Diante dessa realidade a mesma fonte do PMDB avalia ser muito difícil uma candidatura do ex-senador Fernando Bezerra ao Governo do Estado. Constata também, que no caso existem duas variáveis a ser consideradas para uma posterior decisão: a consolidação da candidatura de Fernando Bezerra ou o seu arquivamento. E nesta última hipótese poderá surgir a candidatura do deputado Henrique Eduardo a governador do Rio Grande do Norte, um projeto idealizado pelo seu pai, Aluízio Alves, que poderá ser materializado este ano, quando ele (Henrique Eduardo) vive o melhor momento da sua vida pública.

Compartilhar: