Homem confessa 15 estupros: “Fico desapontado e decepcionado comigo”

Acusado disse que estava trabalhando e não havia necessidade de cometer os atos

Acusado foi encaminhado para o Complexo Prisional da Mata Escura. Foto: Divulgação
Acusado foi encaminhado para o Complexo Prisional da Mata Escura. Foto: Divulgação

O homem acusado de estuprar uma mulher, obrigá-la a andar quase 5 km e pagar o motel e comprar uísque, confessou ter praticado 15 estupros em Salvador. Alessandro Santos da Silva, de 30 anos, foi preso na noite da última quinta-feira (27) por investigadores da 9ª DT (Delegacia Territorial) da Boca do Rio escondido em um dos quartos do Hotel Rodoviária.

O acusado confessou os crimes e disse que não tinha necessidade de cometer os atos.

“Eu fico desapontado, decepcionado comigo mesmo. Estava trabalhando, estava com uma guia de água mineral, trabalhando, vendendo minha água, não tinha precisão, não tinha necessidade de fazer isso”.

Inicialmente, o homem confessou dois estupros. Em um dos casos, o acusado abordou a vítima no bairro do Imbuí e a fez andar até um hotel em Pernambués. Chegando ao local, a vítima foi abusada sexualmente e obrigada a pagar a conta, comprar uma garrafa de uísque e energético para o acusado.  Depois, Silva confessou ter cometido quatro estupros, mas em dois desses casos, o acusado alega não ter consumado o ato. O estuprador abordava as vítimas anunciando assalto, quando não conseguia estuprar as mulheres, levava pertences como celular. No final, acabou dizendo que praticou 15 estupros na capital baiana.

Silva foi autuado por estupro e roubo mediante sequestro, sendo encaminhado ao NPF (Núcleo de Prisão em Flagrante) no Complexo Prisional da Mata Escura.

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade