Homem é preso ao confessar que estuprou e matou sua vizinha

Vítima, de 59 anos, teve o corpo enrolado em plástico e jogado em caçamba

Bezerra confessou o crime e alegou que jogou corpo em caçamba. Foto: Divulgação
Bezerra confessou o crime e alegou que jogou corpo em caçamba. Foto: Divulgação

Um homem de 38 anos foi preso ao confessar que estuprou e matou uma vizinha em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Mário do Carmo Bezerra foi detido em casa, na madrugada desta quinta-feira (17), após familiares da vítima acionarem a polícia.

O crime ocorreu na residência de Bezerra, onde Ana Lúcia Pires do Nascimento, de 59 anos, foi abusada sexualmente e, em seguida, esfaqueada na região da barriga e pescoço. O preso contou aos policiais que inventou uma história para atrair a mulher até o seu imóvel. Ele relatou que abordou a dona de casa depois de Ana Lúcia sair de casa para mostrar tolhas de cozinha para uma amiga. Na volta, Bezerra parou a mulher e disse que a mãe dele queria falar com a vítima.

Atendendo ao pedido, a dona de casa foi até a residência do criminoso, onde ainda teve o corpo enrolado em plástico após ser estuprada e morta.

O detido ainda confessou que jogou o corpo de Ana Lúcia em uma caçamba em lixão. Porém, o cadáver da vítima não foi encontrado e é procurado por equipe do Corpo de Bombeiros nesta manhã.

A polícia suspeita que o assassinato ocorreu na última terça-feira  (15) e familiares de Bezerra disseram para os policiais que ele tem problemas mentais e faz uso de remédio controlado.

As toalhas, peças íntimas e uma calça de Ana Lúcia foram localizadas na casa do preso, assim como a faca usada no homicídio.

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade