Homem é preso por abusar de sobrinha-neta durante 5 anos

O suspeito responderá por estupro de vulnerável

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um auxiliar de serviços gerais foi preso por suspeita de abusar sexualmente da própria sobrinha-neta de 12 anos em Vitória, no Espírito Santo. De acordo com a Polícia Civil, o homem de 48 anos foi detido em seu local de trabalho no bairro Bento Ferreira e prestou depoimento na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) na quarta-feira.

Segundo o delegado Érico de Almeida Mangaravite, o pai da vítima foi quem denunciou o caso. “Ele foi até a delegacia e contou que passou a desconfiar depois que ouviu uma conversa telefônica entre a vítima e o suspeito, na qual ela fazia vários pedidos. No começo a adolescente negou, mas depois acabou confessando que era abusada sexualmente pelo tio-avô há mais de cinco anos”, relatou o delegado.

Mangaravite ainda relatou que, sem que o suspeito percebesse, a adolescente filmou um dos abusos e entregou o vídeo para o pai, que imediatamente procurou a polícia. “O conteúdo do vídeo foi analisado e juntado ao inquérito. No vídeo, o suspeito abusa sexualmente da vítima e a ameaça para que ela não conte os fatos para ninguém”, ressaltou o delegado adjunto da DPCA.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito dava diversos presentes para a adolescente, como roupas e pequenas quantidades de dinheiro e a ameaçava dizendo que iria matá-la, caso ela contasse para os pais ou se relacionasse com outra pessoa. “Ele tinha uma cópia da chave da residência, sem consentimento dos pais da vítima, e aproveitava dos horários que ela estava sozinha em casa para abusá-la”, contou Mangaravite.

O suspeito foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana (CTV), onde responderá por estupro de vulnerável.

Idoso suspeito de abusar da filha

Na segunda-feira, um idoso de 70 anos foi preso por policiais da Delegacia de Polícia de Apiacá (ES) em conjunto com a Polícia Civil do Rio de Janeiro. Ele é suspeito de abusar sexualmente da própria filha.

A ação aconteceu em Xerém, o 4º Distrito de Duque de Caxias, no RJ. De acordo com o titular da DP de Bom Jesus do Norte e responsável pelo caso, delegado Ricarte Teixeira, o detido abusou sexualmente da filha, que na época tinha 10 anos, durante dois anos.

Fonte: Terra

Compartilhar: