Homem explode namorada grávida com botijão de gás e os três continuam vivos

A polícia perseguiu o casal depois de vizinhos denunciarem que a moça foi arrastada para fora

O casal é tratado pela mesma equipe de médicos e divide o mesmo quarto de internação. Foto: Divulgação
O casal é tratado pela mesma equipe de médicos e divide o mesmo quarto de internação. Foto: Divulgação

Um homem chinês colocou fogo em um botijão de gás amarrado em sua namorada para tentar matá-la na explosão em Huizhou, na China. Xu Fan, 21, estava grávida de Li Moulian, 36, depois de uma relação que tiveram há seis meses.

Moulian atacou Fan enquanto ela dormia. Ele arrastou a jovem para fora da cama, dizendo que planejava matá-la. Ele a forçou para que entrasse no carro e vizinhos avisaram a polícia sobre o fato. A menina foi tirada do carro por policiais, mas o botijão de gás estava em chamas, amarrado ao seu corpo.

Segundo o tabloide britânico Daily Mail, os dois sofreram fortes queimaduras e foram levados ao mesmo hospital. Agora são tratados pela mesma equipe de médicos e dividem a mesma sala de internação.

A polícia resgatou a menina porque era o caso mais grave, e segundo o Daily Mail, é provável que Moulian não resista aos ferimentos graves.

A família de Fan diz que advertia a menina para que não se envolvesse com Moulian. Wu Chin, tio da jovem, disse que Moulian aparentava ter sérios distúrbios psicológicos.

“Nós avisamos a ela que precisava saber mais sobre ele antes de decidir passar a vida com ele”.

A equipe médica teve que fazer um parto de emergência e o bebê passa bem e ficará com a família de Fan.

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade