Homem mata crianças de 9 e 12 anos por dívida de R$ 40 com irmão das vítimas

Rômulo Souza, de 21 anos, amarrou as crianças e incendiou a casa em Ceilândia

Segundo a polícia, Rômulo Souza não apresentou sinais de arrependimento na delegacia. Foto: Divulgação
Segundo a polícia, Rômulo Souza não apresentou sinais de arrependimento na delegacia. Foto: Divulgação

Uma dívida no valor de R$ 40 foi o principal motivo para o crime que provocou a morte de duas crianças durante um incêndio criminoso, nessa segunda-feira (12), em Ceilândia Sul, no Distrito Federal. Segundo o CBMDF (Corpo de Bombeiros do DF), as duas crianças, de 9 e 12 anos, chegaram a ser amarradas.

Apontado como o  autor do  crime que chocou a cidade, Rômulo Sebastião Nascimento de Souza, de 21 anos, foi preso pela PCDF (Polícia Civil do Distrito Federal) duas horas depois de incendiar a casa onde estavam os dois irmãos, João e Driele. O acusado estava tomando banho na casa da namorada no momento da prisão, em Taguatinga Norte (DF).

De acordo com a polícia, a dívida era do irmão das crianças, Marcos Paulo, com Rômulo Souza e teria o valor total de R$ 140. Segundo mensagens trocadas entre os dois  nas redes sociais, entende-se que Marcos Paulo já teria pago R$ 100 e faltariam outros R$ 40.

Como era conhecido da família, o rapaz de 21 anos entrou na casa onde estavam as crianças, na QNM 7 conjunto M, e começou a pegar objetos como forma de pagamento. Assustados, João e Driele começaram a gritar, quando Rômulo teria amarrado as vítimas em quartos diferentes e ateado fogo na casa.

Ao ser preso, Rômulo Souza, segundo a polícia, não apresentou qualquer sinal de arrependimento.

“Ele [Rômulo] é um homem extremamente frio e calculista e não apresentou qualquer sinal de arrependimento”, afirmou o delegado da 15ª DP (Delegacia de Polícia), Johnson Kennedy Monteiro.

Compartilhar: