Homem morre após aplicar silicone usado em limpeza de carro

Apesar de ser químico, rapaz injetou 250 ml em cada músculo e sofreu com fortes dores

Marcos Paulo Batista dos Santos morreu após aplicação de produto proibido Reprodução/RedeRecord
Marcos Paulo Batista dos Santos morreu após aplicação de produto proibido
Reprodução/RedeRecord

O químico Marcos Paulo Batista dos Santos, 33 anos, morreu após injetar silicone industrial nos braços, em Goiânia, Goiás. Apesar de saber os riscos do produto — utilizado na limpeza de veículos, Santos gostaria de aumentar os músculos, segundo familiares.

Santos aplicou 250 ml de silicone em cada membro. Pouco mais de uma hora após aplicação, que ele mesmo fez, o homem começou a sentir fortes dores e foi levado ao Hospital de Urgências de Goiânia (GO). Na ocasião, o médico deu morfina e falou para o jovem voltar para casa. Foram 12 dias de internações até à morte.

A direção do hospital informou que não é possível retirar o silicone industrial, já que o líquido se espalha pelo organismo. Apesar disso, afirmou que tentou de tudo para salvar o rapaz.

 

Fonte: R7

Compartilhar:
    • Romulo

      seleção natural fazendo seu trabalho.

    Publicidade