Homem usa Facebook para assediar e estuprar menina de 12 anos

Crime aconteceu em Aimorés, no Vale do Rio Doce; suspeito foi preso

Mãe da garota suspeitou do comportamento da filha e descobriu. Foto:Divulgação
Mãe da garota suspeitou do comportamento da filha e descobriu. Foto:Divulgação

Um homem de 29 anos está preso em Aimorés, no Vale do Rio Doce, após aliciar e abusar sexualmente de uma menina de apenas 12 anos. O suspeito, que é filho dos padrinhos da menor, conhecia a vítima desde criança e utilizou o Facebook para se aproximar dela.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, André Dias Nunes, o assédio vem ocorrendo desde dezembro do ano passado. As primeiras conversas foram “banais”. No entanto, com o passar dos dias, o rapaz passou a insistir para beijar a garota, dizendo que gostaria de “ficar” com ela. Nunes ressalta que ele tomou o cuidado de planejar tudo para que não fosse flagrado.

“Ele dizia que não poderia ser em lugar público, que tinha que ser o mais escondido possível, de preferência na casa dele. E assim, foi”.

No último domingo (26), ele conseguiu convencer a jovem a ir até a casa dele para assistir um filme. O suspeito combinou que a levaria até a cozinha para que os dois se beijassem. No cômodo, ele aproveitou para passar as mãos no corpo da menina e, de acordo com o delegado, “fez outras coisas” com ela”. Ainda no mesmo dia, ele continuou a manter as conversas suspeitas com a garota, questionando se ela havia gostado do que fizeram e ainda enviou quatro fotos do próprio órgão sexual para ela. Diante do assédio, a garota passou a “rejeitar” o homem, de acordo com as investigações.

A mãe da menina suspeitou do comportamento da filha, que passou a esconder o que estava fazendo no computador. Assim, na terça-feira (28), ela aproveitou um momento que a jovem não estava em casa, acessou o Facebook e descobriu tudo que havia acontecido. Estarrecida, ela acionou a Polícia Militar. No dia seguinte, a Justiça emitiu um mandado de prisão temporário para o rapaz.

De acordo com o delegado, ele confirmou toda a história e foi encaminhado à cadeia pública da cidade.

Compartilhar: