Homem usa motosserra para esquartejar vítima na porta de boate

Assassino não soube explicar motivo do crime brutal em Itaguara, na região central de MG

Nivair da Silva escolheu vítima aleatoriamente. Foto: Divulgação
Nivair da Silva escolheu vítima aleatoriamente. Foto: Divulgação

A brutalidade de um assassino impressionou moradores de Itaguara, na região central de Minas, na tarde deste sábado (26). Armado com uma motosserra, um homem esquartejou uma vítima perto de uma boate de prostituição no km 566 da BR-381.

Nivair Geraldo da Silva, de 28 anos, escolheu aleatoriamente quem ia atacar e, sem motivo aparente, ligou o equipamento no braço da vítima. Alexandre da Fonseca Resende, de 29 anos, teve o braço decepado e tentou correr, mas foi perseguido e ainda teve perfurados o outro braço, as costas e o pescoço.

Nivair fugiu para uma estrada próxima, onde foi preso pela Polícia Militar. Ele estava calmo no momento da prisão e não ofereceu resistência. Em entrevista à Rádio Itatiaia, Nivair se demonstrou confuso e não conseguiu explicar o que o levou a cometer o crime.

“Parece que eu não fiz nada não. Nada. Eu não faria isso se as coisas para o meu lado não estivessem ruins. Nunca que fazia. Eu ia trabalhar e o povo não me pagava o que presta. O povo parece que tava me fazendo de bobo. Um punhado de gente, não dá para contar nos dedos”.

Garotas de programa que estavam na boate tentaram socorrer Alexandre Resende, que não resistiu aos ferimentos. O caso foi registrado na delegacia de plantão em Betim, na Grande BH.

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade