Homens preferem sexo de manhã e mulheres à noite, diz estudo

Níveis de testosterona são mais altos nos homens pela manhã e nas mulheres à noite

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Você sabia que homens têm mais desejo sexual de manhã e as mulheres à noite? Faz ideia do motivo? Tudo se resume à testosterona, o hormônio sexual. Veja abaixo como os corpos masculinos e femininos reagem ao longo do dia em relação à libido, com informações do jornal britânico Mirror:

5h

Mesmo antes dos homens acordarem, seus níveis de testosterona estão no auge, entre 25% a 50% a mais do que em qualquer outro momento do dia. Isso porque a glândula pituitária do cérebro, que regula a produção do hormônio sexual masculino, foi ligada durante a noite.

As mulheres também produzem testosterona, o principal hormônio do desejo sexual, mas bem menos que os homens, mas ele é mantido em equilíbrio pelo estrogênio e progesterona.

“Os homens precisam apenas de uma quantidade normal de testosterona para se sentirem preparados para o sexo”, disse Ashley Grossman, professor de neuroendocrinologia do St. Bartholomew’s Hospital, Inglaterra. “Os níveis elevados no período da manhã significam que a maioria dos homens vai acordar duas ou três vezes por semana com ereções”, acrescentou.

6h

Uma boa noite de sono pode fazer com que os homens se sintam ainda mais “amorosos” pela manhã. Estudos constataram que, quanto mais tempo de sono profundo eles têm, maiores são os níveis de testosterona.

7h

Embora os níveis de hormônios sexuais nos homens sejam mais elevados quando acordam, nas mulheres são mais baixos. “Os níveis de testosterona masculinos e femininos são mais elevados em extremos opostos do dia, de modo que eles estão fora de sincronia”, disse a ginecologista Gabrielle Downey, do Sandwell & West Birmingham Hospitals, Reino Unido. “No entanto, é preciso mais do que hormônios para ter uma mulher no clima, então os homens precisam fazer um esforço ativo.”

Os hormônios das mulheres sobem e descem mais ao longo do ciclo menstrual do que durante um dia. No auge (meio do ciclo), os níveis de testosterona de uma mulher serão 30 vezes maiores do que no início.

8h

Enquanto ambos os sexo se preparam para enfrentar o dia, os níveis de cortisol, hormônio do estresse, sobem para ajudar a acordar, o que ajuda a amortecer o efeito dos hormônios sexuais.

9h

À medida que o dia passa, os homens continuam a produzir testosterona em seus testículos. O hormônio também é necessário para desencadear o crescimento muscular e a produção de espermatozoides. Embora eles nem percebam, os níveis caem e sobem a cada 90 minutos durante todo o dia, como parte do relógio biológico do corpo.

12h

Se uma colega atraente passa na frente do homem no trabalho, não vão ser os hormônios os primeiros a reagir. Se ele se sente muito atraído por alguém, é o sistema nervoso que entra em ação. A visão de alguém atraente libera imediatamente endorfinas e aciona o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais. Os hormônios sexuais levam mais tempo para crescer.

Os rapazes com mais testosterona são mais propensos a serem considerados atraentes pelas mulheres, de acordo com pesquisadores da Universidade Estadual de Wayne, nos Estados Unidos.

13h

As mulheres são menos propensas a serem despertadas pela beleza de um homem. Em vez disso, os estudos descobriram que os níveis de testosterona femininos costumam ser impulsionados pela antecipação de sexo com seu próprio parceiro.

Em um estudo da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, as voluntárias em relacionamentos de longa distância forneceram cinco amostras de saliva, nos seguintes momentos: duas semanas antes de encontrarem seus companheiros, no dia anterior, antes do sexo, um dia depois do sexo e três dias depois da separação. Os níveis de testosterona atingiram o pico no dia anterior à visita da cara metade.

18h

Ao anoitecer, os níveis de testosterona dos homens estão começando a cair, enquanto os hormônios sexuais femininos estão gradualmente subindo, embora muito mais lentamente.

No entanto, uma sessão de academia após o trabalho pode aumentar a libido de ambos os sexos. Estudos têm demonstrado que os níveis de testosterona nos homens são significativamente mais elevados após 30 a 40 minutos de atividade intensa.

Uma pesquisa feita por cientistas da Universidade da Califórnia, Estados Unidos, descobriu que os homens que se exercitam têm uma libido aumentada, com 30% mais sexo e 26% mais orgasmos. Já um levantamento da Universidade do Texas, Estados Unidos, mostrou que as mulheres que tiveram 20 minutos de exercício cardiovascular ficaram mais excitadas ao ver um filme erótico do que as que se mantiveram sedentárias.

19h
Quando chega a hora de relaxar depois de um dia estressante, mesmo colocar um CD pode afetar os níveis de hormônios sexuais. Um estudo japonês da Universidade de Nara descobriu que a música impulsionou os níveis de testosterona significativamente em mulheres, mas teve exatamente o efeito oposto nos homens. Acredita-se que o motivo seja que a canção relaxe pessoas do sexo feminino, deixando-as prontas para o sexo, enquanto neles acalma a agressividade, reduzindo níveis de testosterona.

20h

Se um jogo importante está passando na TV, os resultados também podem afetar a testosterona do homem. De acordo com um estudo feito com testes de saliva pela Universidade de Utah, Estados Unidos, fãs de esportes assistindo a um jogo da Copa do Mundo impulsionaram os níveis hormonais por cerca de 20%, se o time venceu. Após uma grande derrota, houve uma queda de 20% nas taxas. Por outro lado, as mulheres são mais suscetíveis a serem influenciadas pela prática esportiva do que quando assistem a um jogo.

21h

Até agora, o nível de testosterona do homem está caindo para a quantidade mais baixa do dia, enquanto o da mulher está caminhando para o seu ponto mais alto. Mas, quanto mais atraente ela se sente, mais provável é que ela queira ir para a cama com o parceiro. “O desejo sexual em mulheres não é uma história simples. Para os homens, é mais ligado à testosterona. Para as mulheres, o grande fator que influencia no desejo sexual é como percebe sua imagem corporal e se se sente atraente”, disse a médica Gabrielle.

22h

Mesmo que os níveis de testosterona dos homens estejam mais baixos, eles ainda são mais propensos a ter sexo à noite. “Mesmo que a testosterona masculina possa ter diminuído, seus níveis ainda estão em execução mais elevada do que em uma mulher”, disse Gabrielle.

Se as taxas de testosterona da mulher estão no pico, no meio do ciclo menstrual, seus orgasmos são mais intensos e são sentidos por todo o corpo. Quando mais baixas, o orgasmo é menos intenso e centrado principalmente em torno dos órgãos sexuais.

23h

Durante o orgasmo, o hormônio oxitocina é liberado, o que ajuda a deixar os casais mais próximos e unidos. “Mas, nos homens, o impulso extra da oxitocina tem também sido considerado por funcionar como um neurotransmissor no cérebro e também pode promover o sono”, finalizou Gabrielle. Isso explica o motivo de eles caírem no sono logo após a transa.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade