Hospital dos Pescadores amanheceu alagado nesta quinta-feira

Segundo os servidores, a água chegou aos joelhos, embora faltasse água nas torneiras para fazer atendimentos

Funcionários passaram boa parte da manhã tirando água de dentro do hospital. Foto: Divulgação
Funcionários passaram boa parte da manhã tirando água de dentro do hospital. Foto: Divulgação

O Hospital dos Pescadores, nas Rocas, amanheceu alagado nesta quinta-feira (29), devido às chuvas que começaram às 2h da madrugada. Segundo os servidores, às 3h a unidade já se encontrava completamente alagada e a água teria alcançado a altura dos joelhos no início na manhã.

Por causa do alagamento, nenhum usuário conseguiu atendimento por causa da dificuldade em entrar no hospital. “Ninguém consegue entrar, nem sair por causa dessa chuva. O irônico é que, embora estejamos alagados aqui, está faltando água nas torneiras”, informou Eudes Fonseca, técnico de enfermagem do hospital.

Desde às 22h de ontem está faltando água nas torneiras do hospital e os servidores têm sido obrigados a dar banho nos pacientes com água mineral. Além disso, os servidores ainda denunciam que a direção do hospital determina que a equipe lave as mãos com soro ou álcool para não deixar de fazer os atendimentos devido à falta de água. “Isso gera um impasse entre a direção e os servidores, pois sabemos que não é o procedimento correto”, acrescenta Eudes.

Por volta das 10h, a água começou a ser retirada com a ajuda dos servidores, que estão utilizando rodos e baldes. A água também está voltando às torneiras, embora ainda bastante fraca e insuficiente. A falta de água é um problema crônico no Hospital dos Pescadores e atinge a unidade toda semana, às vezes mais de uma vez.

Compartilhar:
    Publicidade